Do tamanho certo

VW TIGUAN R$ 150.000 (ESTIMADO)

A Volks disponibilizou para avaliação da imprensa mundial o seu novo SUV Tiguan. O teste dinâmico foi realizado na Hungria, nos arredores de Budapeste. Além dos testes feitos no trânsito urbano e nas rodovias, MOTOR SHOW avaliou o carro em uma pista off-road. Em todas as situações, o novo VW mostrou que tem tecnologia e estrutura mecânica suficientes para enfrentar situações difíceis on e off-road. O nome Tiguan, escolhido pelos leitores da revista alemã Auto Bild, é oriundo de uma fusão da palavra tigre (pela agilidade e agressividade) com iguana (pela resistência às variações ambientais).

Dividindo a mesma plataforma com o Golf V europeu (a mesma do Jetta vendido aqui), comuniza componentes mecânicos com o conhecido hatch da marca, como os motores (diesel TDI ou gasolina 1.4 ou 2.0, ambos FSI turbo de 150 cv ou 200 cv, essa última disponível apenas daqui a seis meses) e as transmissões (tração dianteira ou a 4motion de tração integral e diferencial central viscoso).

Por hora, a VW disponibilizará apenas a versão 1.4 turbo com câmbio manual de seis marchas ou diesel TDI, automático ou manual. O carro será inicialmente vendido na Europa e nos EUA e será oferecido em versões on e off-road.

Na versão on-road pode-se optar pela tração dianteira ou integral e o pára-choque dianteiro é maior, com uma entrada de ar inferior. Na versão off-road, a transmissão oferecida é apenas 4×4 com pneus de uso misto e ângulos de ataque e saída mais agudos graças ao redesenho dos pára-choques.

Além disso, o off-road oferece um dispositivo eletrônico que freia o carro nas ladeiras mais íngremes e segura o modelo automaticamente nas descidas acentuadas. Itens como navegador por satélite (de funcionamento excelente) e dispositivo que estaciona o automóvel sem a interferência do motorista valorizam ainda mais o novo Volks.

Existe a possibilidade, ainda não confirmada, de o Tiguan chegar ao mercado nacional como importado no final do segundo semestre do próximo ano. Nesse caso, a versão mais provável seria a on-road 2.0 FSI turbo de 200 cv automática 4×4. A decisão será fruto da demanda dos mercados europeu e norteamericano e da capacidade produtiva da fábrica. Só então saberemos se haverá Tiguan para todos.

Com conforto total para os quatro passageiros (um pouco menos para o quinto), bom acabamento e inúmeros equipamentos, ele será um forte concorrente para CR-V, RAV4, Freelander II e cia., caso seja vendido aqui