Dodge Challenger GT leva a tração integral ao mundo dos pony cars


Desde o Ford Mustang pioneiro, em 1964, os pony cars são conhecidos pela combinação de carrocerias compactas (para o padrão dos Estados Unidos), tração traseira e motores potentes. Mas a Dodge resolveu quebrar esse paradigma e apresentou nos EUA o Challenger GT, que traz como principal destaque a tração integral.

O sistema de tração é o mesmo já empregado pela marca no sedã Charger AWD. Em condições de uso normal, a tração é transmitida pelo câmbio automático de oito marchas apenas para as rodas traseiras. As rodas dianteiras passam a tracionar o cupê apenas quando os sensores do sistema identificam a necessidade de tração adicional. Tudo isso de forma automática, sem a necessidade de intervenção do motorista.

O Dodge Challenger GT está equipado com um motor 3.6 V6 de 305 cv e torque de 37 kgfm. De acordo com o fabricante, o modelo tem consumo de 7,6 km/l na cidade e 11,5 km/l na estrada.