DS7 Crossback chega ao Brasil em 2018


Escolhido como o carro oficial do recém-empossado presidente francês, Emmanuel Macron, o DS7 será vendido ao público europeu apenas em janeiro de 2018. Mas já está confirmado para o Brasil, onde chega também no próximo ano, afirmou uma fonte da marca à MOTOR SHOW.

Maior modelo da submarca de luxo da Citroën, o DS7 é um SUV premium de porte médio. Na Europa, além do conjunto motriz híbrido (com potência combinada de 300 cv), haverá a opção de dois motores turbodiesel (1.6 de 130 cv e 2.0 de 180 cv) e três opções a gasolina (1.6 THP de 180 e 225 cv e 1.2 PureTech turbo de 130 cv). No Brasil, a oferta será limitada ao 1.6 THP, embora ainda não esteja definido se a oferta será do mais ou do menos potente. O câmbio é um novo automático de oito marchas.

O DS7 mira o público de modelos como o Audi Q5, o BMW X3 e o Mercedes-Benz GLC. Por este motivo, além de uma cabine com materiais luxuosos e o sistema de suspensão ativa, traz equipamentos como os faróis do tipo full-LED, painel digital e sistema multimídia com telas de 12 polegadas, som Focal com 14 alto-falantes, sistema de estacionamento automático e visão noturna, o DS Connected Drive, um sistema de direção semiautônomo que atua em velocidades de até 180 km/h.

O DS7 vai marcar o retorno da submarca ao Brasil. Em maio, a montadora anunciou a suspensão por tempo indeterminado da venda dos carros DS no País, com o objetivo de adequar as operações ao padrão europeu, com medidas como a abertura de concessionárias próprias. Até então, os DS3 e DS5 eram vendidos em lojas da Citroën.

Viagem a convite da Anfavea

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel