E o voyage entra na luta

1 – VOYAGE TREND R$ 36.000 Comparativo (ESTIMADO)

2 – LOGAN 1.6 8V R$ 34.807

3 – FIESTA SEDAN 1.6 R$ 39.660


4 – SIENA ELX 1.4 R$ 40.748

A chegada do Voyage vai mexer com todo o segmento dos sedãs pequenos. A Volkswagen prevê a produção de cerca de 85 mil carros em seu primeiro ano de mercado, fato que, se concretizado, colocará o Voyage como líder do segmento, considerando-se apenas um modelo. Explica-se: se olharmos o ranking de 2007, o líder Corsa Sedan vendeu quase 95.000 unidades, entre Classic, oriundo do antigo Corsa, e Corsa Sedan atual. Como eles têm o mesmo nome, os números se somam, lembrando que o Classic 1.0 representa cerca de 80% de todo esse volume. Mesmo liderando o ranking de vendas do segmento (principalmente pela manutenção barata e pelo preço baixo), ele não entrou no comparativo por ser 1.0, já que os modelos escolhidos para esta primeira disputa são acima dos populares.

O Voyage 1.6 na versão Trend foi escolhido como o algoz de seus adversários por tratar-se da versão intermediária, que deverá ser comercializada por cerca de R$ 36.000 na versão básica (maçanetas na cor do carro, lanternas fumê, frisos laterais, chave canivete com comando para abertura elétrica do porta-malas, detalhes internos cromados, cintos dianteiros com regulagem de altura e traseiros retráteis, imobilizador, banco do motorista com regulagem de altura, relógio digital, contagiro entre outros). Seu motor 1.6 flex gera 101/104 cv (gas/álc) com torque máximo de 15,4/15,6 kgfm a baixas 2.500 rpm, proporcionando ótima condução, baixo consumo e boas respostas do motor nas arrancadas e retomadas: partindo da imobilidade, o modelo Trend chega aos 100 km/h em 10,1/9,8 s (gas./álc) e atinge os 191/193 km/h de máxima. No consumo, marcas surpreendentes: 13,1/8,8 km/l (gas./álc.) na cidade e 18,5/12,4 km/l na estrada. Um ótimo casamento motor/câmbio/ carroceria. Com seu bom acerto de suspensões, é estável em retas e apresenta bom equilíbrio e aderência em curvas. Um bom compromisso conforto/estabilidade, melhor entre os quatro avaliados.

Seu competidor mais duro no comparativo foi o Fiat Siena ELX 1.4. Além do seu considerável volume de vendas no ano passado (69 mil unidades), da boa qualidade do tecido de forração de bancos e laterais de portas (quando comparado ao Voyage) e um design que ainda tem cheiro de novo, deve-se lembrar que há mais de 500 pontos-de-vendas da marca espalhados pelo País que acabam empurrando as vendas para cima. Se comparado ao Voyage, o Siena ELX 1.4 Flex, que custa a partir de R$ 40.748, entra na briga com uma tremenda desvantagem: seu motor 1.4 gera acanhados 85/86 cv (gas/álc) com torque de 12,4/12,5 kgfm a 3.500 rpm (0 a 100 km/h em 12,8/12,9 s e máxima de 166/167 km/h). Um torque menor e que ocorre em rotações mais altas. Sua condução não é tão agradável quanto à do Voyage, principalmente quando se trafega com o ar-condicionado ligado. No quesito porta-malas, o grande apelo dos sedãs, há uma quase equivalência em suas capacidades: enquanto a VW declara 480 litros para o novo sedã, a Fiat anuncia 500 litros para o Siena. Há praticamente um equilíbrio nesses valores, principalmente quando consideramos que a “boca” de entrada para as bagagens é ligeiramente superior no Voyage, facilitando o carregamento.

O Logan Authentique Hi-Flex 1.6 8V leva a melhor sobre o Voyage Trend quando o assunto é espaço interno e volume do porta-malas (510 litros contra 480 litros). Com ótimo vão para entrada de bagagem no porta-malas e espaço de sobra na largura dos bancos e na altura para a cabeça de todos, sob esse aspecto o sedã da Renault leva a melhor sobre seus adversários deste comparativo. Mas quando o assunto é design… seguramente o Logan é o mais feio. Foi o preço que o carro pagou para ter tanto espaço e comodidade com pequeno porte. Seu motor 1.6 de 92/95 cv (gas./álc.) gera um torque de 13,7/14,1 kgfm (gas./álc.). Suficiente para ele chegar da imobilidade aos 100 km/h em 12,2/11,8s (álc./gas.) e atingir a velocidade máxima de 173/175 km/h. Custando a partir dos R$ 34.807 (básico, sem opcionais), o Logan mostra que também é bom de preço quando comparado aos adversários. No consumo faz 8,0/11,8 km/l (álc./gas.) na cidade e chega aos 11,8/16,9 km/l na estrada.

O painel bicolor, as linhas limpas e o bom nível de equipamentos agradam bastante no novo três volumes da Volkswagen

O Siena tem bom acabamento, mas o painel bicolor e os tecidos nas portas são opcionais. Fazem parte do kit Emotion, que custa R$ 807

O Voyage Trend foi escolhido como o algoz dos sedãs compactos

Chega a vez de o Fiesta Sedan 1.6 8V Flex encarar o novo Voyage Trend. No preço do modelo básico o Voyage leva vantagem: R$ 39.660 do Ford contra os cerca de R$ 36.000 do VW. No volume do portamalas, praticamente um empate: 478 litros do Ford contra os 480 litros do VW. A diferença entre eles está na “boca” de entrada. Enquanto o Fiesta tem um acesso acanhado (limita a entrada de objetos maiores), no Voyage esse vão é mais bem elaborado. Mesmo sendo o único do teste com sistema pantográfico na dobradiça da tampa do bagageiro, o Fiesta pecou por sua pequena área. Em contrapartida, o sedã da Ford mostrou o motor mais potente e com melhor performance, com álcool ou gasolina: 111 cv (105 cv com gas.) e torque de bons 15,8 kgfm (14,9 kgfm com gas.) a 4.250 rpm. Seu bom motor reflete no desempenho: 0 a 100 km/h em 12,4/11,7s (gas./álc.) e máxima de 174/180 km/h. No consumo também há boas marcas: 12,5/7,9 km/l (gas./álc.) na cidade e 16,8/10,7 km/l na estrada.

O interior do modelo da Ford é bonito e bem resolvido. Todos os comandos ficam ao alcance das mãos e a posição de dirigir é boa

O interior do Logan é o mais simples entre os modelos avaliados. Pela proposta, o carro se caracteriza pela prática, não pela estética

De todos os modelos, o que oferece as melhores marcas de desempenho é o Fiesta, com o motor 1.6 que pode chegar aos 111 cv. O Voyage dá o troco com o menor consumo entre os rivais, graças ao seu alto torque em baixas rotações e ao seu bom coeficiente de arrasto

Compare as dimensões da entrada de cada um dos porta-malas. O Fiesta Sedan leva a pior. Voyage: 43 cm de altura e 106 cm de largura; Siena: 50 cm de altura e 106 cm de largura. Fiesta: 43,5 cm de altura e 93,5 cm de largura; Logan: 48 cm de altura e 108 cm de largura

SHARE
Artigo anteriorA nova cara da Chevrolet
Próximo artigoMotorNews