Eis o Fiesta nacional


O New Fiesta, que começa a ser fabricado aqui no ano que vem, tem design atualizado e é agrado no Círculo Polar Ártico

Quando a Ford começar a produzir o New Fiesta nas versões hatch e sedã no Brasil, no segundo semestre do ano que vem, já será uma versão reestilizada. Foi ela que nossos espiões flagraram em testes no Círculo Polar Ártico. Será apenas uma pequena atualização visual e, pelos disfarces no protótipo ¬ agrado, apenas na grade dianteira e faróis – que devem ganhar linhas semelhantes às que serão vistas no New EcoSport, com que o New Fiesta compartilhará a plataforma e, consequentemente, a linha de produção. O preço do New Fiesta, que já foi diminuído este ano, deve cair ainda mais, já que o Fiesta nacional atual deve ser nalmente aposentado.

Agora, se a atualização é apenas visual, por que os testes em condições extremas? Bem, além dos motores Sigma 1.6 fabricados pela Ford em Taubaté, que equiparão tanto o New EcoSport quanto o New Fiesta, as versões para os Estados Unidos e para a Europa terão os novos motores EcoBoost 1.0, de três cilindros, e 1.6, de quatro. No Brasil, a princípio, apenas o motor 1.0 EcoBoost será produzido, provavelmente na nova fábrica de motores em Camaçari (BA) e somente para o novo Ka. Fiesta e EcoSport devem seguir usando o eficiente Sigma.

MERCEDES CLASSE S

Apesar da camuflagem pesada do Classe S, agrado por nossos fotógrafos na Alemanha, conseguimos chegar à ilustração que você confere acima. O modelo 2013, que será apresentado este ano, terá, além do novo V8 5.5 biturbo que já avaliamos, uma unidade V6, também turbinada e com injeção direta. Mas a grande novidade será um híbrido plug-in que fará mais de 30 km/l.

FIAT 500 CROSS

Nossos informantes garantem que ele será fabricado apenas na Itália e não será vendido no Brasil, mas bem que deveria. Com plataforma do Punto e baseada no 500L apresentado em Genebra (leia mais na página 20), essa versão aventureira, ainda com o nome de projeto B-CUV (crossover utilitário do segmento B) terá versões 4×2 e 4×4 (com sistema da Jeep) e cerca de quatro metros de comprimento. Seria, portanto, um concorrente ideal para o New EcoSport. Fontes internas, porém, dizem que aqui teremos um modelo próprio, com visual mais aventureiro, mais pesado, no estilo já tradicional dos modelos Fiat Adventure no Brasil, e uma plataforma mais barata – provavelmente a do Novo Palio.

ADEUS À KOMBI

O carro acima é o Cargo Up!, versão utilitária do VW Up! que foi apresentada no mês passado no Salão de Genebra. Aqui no Brasil, segundo fornecedores da VW, ele servirá de base para o desenvolvimento de um novo modelo de carga, com entre-eixos maior e que, embora com dimensões reduzidas, tentará ocupar o vazio deixado por nossa Kombi. O utilitário terá sua aposentadoria compulsória em 2013 (já que não há como colocar nele airbags, exigidos por lei em 2014).

O SMART-TWINGO

Como mostramos nas páginas anteriores, da parceria entre Mercedes e Renault nascerão os novos smart forfour e Renault Twingo. A novidade que ninguém anunciou é que, dessa mesma união, nascerá uma versão ainda menor do Twingo, para dois passageiros, com a base do fortwo. Na foto, o flagra de uma “mula” do novo carrinho urbano francês.

O SUPERECONÔMICO VW XL1

Quando a Volks anunciou que faria uma produção limitada do carro-conceito VW XL1 já em 2013, muita gente duvidou. Mas essas fotos exclusivas de nossos fotógrafos mostram o modelo em fase de testes. Com o comprimento de um Polo, ele pesa 795 kg e tem um motor dois cilindros turbodiesel de 0,8 litro com 47 cv e outro, elétrico, de 27 cv, capaz de impulsionar o carro sozinho por até 35 quilômetros. De acordo com a Volks, o 1 no nome se refere ao consumo, que será, de apenas 0,9 l/100 km (incríveis 111 km/l). Apesar de seu porte, levará apenas dois passageiros, lado-a-lado. Com transmissão DSG de sete marchas, deve atingir a máxima de 158 km/h e chegar a 100 km/h em razoáveis 11,9 segundos.

SHARE
Artigo anteriorMercado
Próximo artigoContato