Ele chega em 2009

FIAT CINQUECENTO R$ 75.000 (ESTIMADO)

Desde o lançamento do novo Fiat 500, que ocorreu na cidade de Torino, o berço do modelo original, a Fiat brasileira tinha planos de importar o simpático carrinho para o mercado nacional. Mas a procura européia para a nova coqueluche não deu chances, e não sobrava Cinquecento para nosso mercado. Agora, depois de um planejamento que considerou essa alta demanda do mercado europeu, provavelmente deveremos ter o Cinquecento no segundo semestre de 2009. A Fiat, que já trabalha na adequação do carro para nossas ruas e para a nossa gasolina, importará inicialmente a versão 1.4 16V Sport, que produz 100 cv, a um preço que deverá girar ao redor dos R$ 75.000. O Fiat 500 é uma das estrelas do estande da Fiat no Salão do Automóvel.

Não há dúvidas de que o Fiat 500 é um ícone da indústria italiana. Lançado em 1957, o carrinho surgiu no período em que o povo italiano se recuperava da Segunda Guerra e já começava readquirir sua capacidade de compra. O pequeno Fiat foi a salvação da lavoura: chegou no momento e com o preço certo. Em um curto período de tempo, se transformou em um dos principais meios de locomoção da classe média. Essa situação criou no povo italiano um carinho especial pelo Fiat 500: todo italiano tem uma história familiar para contar envolvendo o valente carrinho, que utilizava um motor traseiro de dois cilindros refrigerado a ar que produzia parcos 13 cv.


As linhas básicas são as mesmas do modelo dos anos 50. E é exatamente isso que garante o charme do carrinho

O tempo passou, o povo e o país se recuperaram economicamente e o Fiat 500, que foi fabricado até o início dos anos 70, sumiu. Mas a gratidão do povo não desapareceu. A Fiat então, como uma espécie de homenagem, 50 anos depois, criou um novo carro utilizando uma moderna plataforma, com uma releitura das linhas originais do carro. Um sucesso.

Produzidas na fábrica da Fiat na Polônia desde o final de 2007, até agora já foram feitas mais de 260 mil unidades do carrinho e o europeu hoje tem de esperar até dois meses para comprar o charmoso hatch. Do original, o atual só guardou as linhas básicas: agora o motor é dianteiro transversal de quatro cilindros com potências que variam dos 69 cv até os 135 cv, dependendo da versão. Mesmo maior que o modelo original, o Cinquecento continua sendo um carro pequeno e com limitado espaço interno: para acomodar quatro pessoas, convém que elas não sejam muito grandes. Um carro de nicho.

O Fiat Cinquecento divide a plataforma com o novo Ford Ka, lançado no Salão de Paris. É um carro pequeno, que acomoda apenas quatro pessoas

 

SHARE
Artigo anteriorMercado
Próximo artigoA Picape do 207