Emoção em movimento


Antes de sentar ao volante do Peugeot RCZ é preciso enfrentar uma contradição geográ ca: como se entregar à condução desse veículo 100% esportivo em uma região que convida à contemplação e à desgustação? Sim, porque o test-drive desse que é talvez o cupê esportivo mais ousado da montadora francesa ocorreu em Rioja Alavesa (Espanha), um local belo e com incríveis vinícolas.

Mas estamos nesse paraíso para dirigir, não para beber. Então, é o momento de abrir bem os olhos para esse veículo de série limitada que comemora os 200 anos da montadora, além de marcar o redesenho da logomarca do leão e a estreia de um novo slogan da montadora – “Emotion and Movement”.

Apenas 17 mil unidades estão programadas, por ano, pelo preço de 30 mil euros, algo em torno de R$ 71 mil. O carro também revoluciona o que era, até então, a nomenclatura dos veículos Peugeot, por não levar números, mas letras. Por se tratar de uma série limitada, a produção foi terceirizada para a austríaca Magna Steyr, a mesma que produz o Aston Martin Rapide.

Ao volante, os bancos “abraçam” o motorista e o passageiro. No console, uma in nidade de botões que, entre outras coisas, operam equipamentos de conforto como o ar-condicionado e o sistema de som com leitor de DVD, MP3 e WMA, bluetooth e até uma jukebox, que armazena 180 horas de música. Na segurança, airbags dianteiros e laterais, além de controles de tração e estabilidade (que podem ser desativados).

O passeio no RCZ tem tudo para ser animado. E é mesmo. Pelas estradas sinuosas, a sensação é de segurança e estabilidade. É ágil nas retas e rme nas curvas. Ou seja, faz tudo o que um motorista espera de um bom carro esportivo. Dá gosto pisar fundo no pedal do acelerador. O motor 1.6 THP é uma preciosidade tecnológica – com comando variável, injeção direta e turbo de alta pressão – que desenvolve 200 cv e 27,5 kgfm de torque. Além de ser uma força brutal, ela aparece já às 1.700 rpm, permanecendo estável até os 4.500 giros. Essa unidade leva o esportivo aos 100 km/h em 7,5 segundos e à máxima de 237 km/h, graças ao auxílio do câmbio manual de seis marchas incrivelmente preciso. Essa versão começa a ser vendida no mercado europeu neste mês.

A marca ainda não con rmou quando o modelo chega ao Brasil ou qual será a versão vendida aqui (há uma outra aspirada de 156 cv). Mas espera-se esse motor de 200 cv por um preço ao redor dos R$ 160.000.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorFuja do óbvio!
Próxima notíciaEle esta chegando, Camaro SS