Enfim, o prometido duas portas

Não faz muito tempo, os brasileiros odiavam carro com quatro portas. Uns alegavam que o modelo perdia o ar de esportivo, outros diziam que as portas traseiras davam problemas e eram fontes desnecessárias de ruído. Só um taxista precisava delas. Obviamente, a lógica venceu, o conforto imperou e esses conceitos caram na história. Nos últimos anos, os veículos duas portas é que viraram micos. Hoje, apenas os modelos muito básicos, de entrada – ou os esportivos –, justi cam a ausência do acesso traseiro. Mas a Fiat foi na contramão da tendência e lançou todas as versões do novo Uno com carroceria duas portas. Uma iniciativa louvável, que dá ao consumidor mais opções de escolha. A questão é saber se a moda vai pegar.

O Uno com duas portas, por dentro, é quase igual ao modelo com quatro portas. Seu acabamento é simples, mas o aproveitamento de espaço é bom 

Tomemos como exemplo um Uno Way, como o das fotos. Esse carro sai por R$ 30.650 na configuração básica. Comparado ao quatro portas, praticamente nada muda. Apenas as portas dianteiras foram aumentadas para dar mais harmonia à lateral e melhorar o acesso. Ou seja, se você anda sozinho, ou no máximo com mais uma pessoa, não sentirá a menor falta das entradas extras – a não ser na hora de revender o carro, quando isso poderá significar mais dificuldade para conseguir um comprador. O modelo quatro portas zero-quilômetro custa cerca de R$ 1.800 a mais, o que provavelmente levará as pessoas a preferirem o modelo com portas traseiras no mercado de usados. Será que vale a pena arriscar? Já no caso da versão de entrada, a economia se justifica. Para quem está comprando um carro básico, uma economia de cerca de 6% pode ser crucial. Por isso, as montadoras, em geral, oferecem essa opção só na configuração mais barata de cada família.

Anunciado juntamente com o modelo quatro portas no início de 2010, o Uno duas portas demorou a chegar. A falta de capacidade produtiva da fábrica para atender à grande demanda pelo modelo mudou o cronograma. Agora, além dos vários meses de atraso, a nova configuração chegou com os preços alterados. O valor divulgado em 2010 para o Vivace 1.0 2p era de R$ 25.550 e hoje ele custa R$ 26.490. A carroceria quatro portas também foi reposicionada no modelo 2012 e cou cerca de R$ 1 mil mais cara. Com o sucesso que o carrinho está fazendo, poucos vão se importar com esse valor pedido a mais. Desde o seu lançamento já foram vendidas mais de 120 mil unidades do novo Uno.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMotor News
Próxima notíciaRacional e econômico