ESPORTIVO – Porsche 911

O esportivo mais tradicional do mundo na oitava geração

Porsche 911
Foto: Daniel Wollstein

CONFIRA AQUI TODOS OS PREMIADOS NA COMPRA DO ANO 2020

› VERSÕES
Carrera R$ 519.000
Carrera S R$ 679.000
Carrera S Cabriolet R$ 729.000
Carrera 4S R$ 719.000
Carrera 4S Cabriolet R$ 769.000
Turbo R$ 1.024.381
Turbo S R$ 1.329.000

Entre os modelos esportivos, que segundo nossos critérios precisam ter mais de 300 cv de potência, a discussão na redação ficou, basicamente, entre a novíssima perua Audi RS4 e a oitava geração do Porsche 911. No fim, a decisão não poderia ter sido outra. Afinal, é um 911, o que automaticamente já o torna forte candidato a melhor esportivo para se comprar. E é um 911 novo, o que significa que está melhor ainda de guiar – a marca quase nunca mexe no visual do 911, mas sempre melhora a dirigibilidade.

Foto: Rossen Gargolov

E enquanto a superperua da Audi frustrou muita gente ao trocar o V8 pelo seis cilindros, o Porsche 911 já havia adicionado duas turbinas na geração anterior, e sem tirar nenhum dos seis cilindros do equilibrado motor boxer (cilindros contrapostos). Na versão Carrera S, a mais indicada, são 450 cv e 54,1 kgfm, com 0-100 km/h em meros 3,5 segundos. Isso sem abrir mão de uma sonoridade caprichada.

Dentro da cabine do 911, a coisa mudou muito mais: o painel agora é totalmente digital e a tradicional infinidade de botões deu lugar a menos controles, como é tendência – mas, em termos práticos, há elementos que não funcionaram bem, e que roubam a atenção do motorista em um carro onde o foco do motorista é vital – embora o cupê esteja bem mais “amigável” agora, com sua traseira muito mais fácil de controlar.

Mérito do novo chassi, que agora conta, pela primeira vez, com amortecedores com controle eletrônico. As rodas traseiras são maiores do que as dianteiras, e os pneus, extremamente largos, para agarrarem ao asfalto firmemente. A transmissão automatizada de dupla embreagem segue em uso, mas agora tem oito velocidades e trocas de marcha ainda mais rápidas do que antes – e sem retardos de resposta do turbo interrompendo a entrega de potência, o 911 é puro controle. Para terminar, uma curiosidade: o 911 Carrera S anda hoje o que o 911 Turbo andava há dez anos.

Potência 385 a 650 cv › Porta-malas 132 litros › Consumo D › Versão indicada Carrera S

Confira abaixo os vencedores em cada categoria (clique nos links para ler a avaliação completa):
HATCH URBANO: Renault Kwid
HATCH COMPACTO: Hyundai HB20
HATCH PREMIUM: Mercedes-Benz Classe A
SEDÃ COMPACTO: Hyundai HB20S
SEDÃ MÉDIO: Toyota Corolla
SEDÃ GRANDE: Honda Accord
SEDÃ PREMIUM: Volvo S60
SEDÃ DE LUXO: Audi A6
STATION WAGON: Volvo V60
MONOVOLUME: Chevrolet Spin
HÍBRIDO: Toyota Corolla
ELÉTRICO: Nissan Leaf
CONVERSÍVEL: BMW Z4
AVENTUREIRO: Fiat Argo Trekking
SUV COMPACTO: Volkswagen T-Cross 
SUV MÉDIO: Toyota RAV4
SUV PREMIUM: Range Rover Evoque
SUV DE LUXO: Audi Q8
SUV 4X4: Mitsubishi Pajero Sport
PICAPE MÉDIA: Ford Ranger
PICAPE MONOBLOCO: Fiat Toro

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar