Excêntrico!

Uma alma de esportivo aprisionada em um corpo de jipe. Assim é o Mercedes G 55 AMG. O preço não é nada baixo: US$ 289 mil – o que o torna um veículo mais que exclusivo. Com o mesmo valor, você pode comprar o conversível SL 63 AMG – um esportivo com carroceria esportiva – ou ainda um Porsche Cayenne Turbo.

Assim como o Hummer e o Jeep, ele foi desenvolvido nos anos 70 para o Exército (alemão, nesse caso). Mas, em 1979, a Mercedes decidiu lançar uma versão civil. Assim como o Land Rover Defender, ele se tornou um clássico – e, por isso, seu design externo pouco (ou quase nada) mudou desde sua criação. Pouco importa que o corpo de jipe traga limitações como a construção sobre chassi e que as suspensões com eixos rígidos (e enormes pneus 275/55 R19) não sejam confortáveis e tampouco dignas de serem chamadas de esportivas (em curvas e desvios, a eletrônica interfere, cortando o torque). É esta carroceria, de 1,93 m de altura, que proporciona o almejado status e uma posição de dirigir alta, sempre acima dos demais – mesmo que sejam outros utilitários esportivos. Pouco importa que sua alma, o motor V8 AMG sobrealimentado de 507 cv, consuma um absurdo e só possa mostrar seu potencial longe das curvas. Este mesmo motor, nas retas, leva as mais de 2,5 toneladas do modelo até os 100 km/h em 5,5 segundos, com um ronco grave e imponente que se faz ouvir por quatro generosas saídas de escape, duas em cada lado, abaixo das portas dianteiras.

Também pouco importa se você nunca exigir muito de sua imensa capacidade off-road, com um raro sistema triplo de bloqueio eletrônico independente dos diferenciais dianteiro, traseiro ou central. Esta mesma valentia vai deixá-lo seguro por saber que, não importa o que aconteça ou onde você se meta, este Classe G vai levá-lo sempre em frente.

Finalmente, pouco importa que a largura da cabine seja limitada e que o espaço para as pernas no banco traseiro seja escasso. Esta mesma cabine é revestida de couro e madeira nobres (e o teto coberto com camurça), o som Harman Kardon tem altíssima delidade, a iluminação por LEDs é so sticada, as soleiras têm logotipos AMG iluminados e nos bancos dianteiros há uma in nidade de regulagens eletrônicas que controlam forma e contorno nos mínimos detalhes.

O que mais importa são o status e o poder. Se você pode – e deseja – comprá-lo, terá um SUV exclusivo (este ano foram vendidas cinco unidades), estiloso e re nado como poucos. Podem até chamá-lo de excêntrico, dizer que comprou um “monstro” sem utilidade – mas você saberá que foi a sua escolha. Porque você pode.

O couro nobre, uma infinidade de regulagens elétricas e muitos itens de conforto (como o som Harman Kardon), conferem muito refinamento ao interior apertado. O V8 de 507 cv dá agilidade à sua enorme carroceria

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorCompleto e confiável
Próxima notíciaContato