Exclusivo: Roupa Nova lembra Senna e gravação do Tema da Vitória

Kiko do Roupa Nova contou com exclusividade os bastidores da gravação do Tema da Vitória de Senna
Kiko do Roupa Nova contou com exclusividade os bastidores da gravação do Tema da Vitória de Senna

Quando Ayrton Senna acelerou sua Mclaren MP4/6 na Junção em Interlagos na tarde de 24 de março de 1991, milhões de brasileiros vibraram, e Kiko estava entre eles. Quando Galvão Bueno anunciou, segundos depois, a primeira vitória do piloto bicampeão mundial em seu país, milhões de brasileiros gritaram, e Kiko estava entre eles. Quando a emoção de Galvão silenciou em seguida com os gritos de Senna sob o Tema da Vitória, que a Globo captou ao vivo, milhões de brasileiros choraram. Kiko estava entre eles.

Kiko é o apelido de Eurico Pereira da Silva Filho. Mas todo mundo conhece ele por outro “sobrenome”: Kiko do Roupa. É assim que a gente aprendeu a chamar cada um dos seis integrantes do Roupa Nova. A banda, que é patrimônio nacional, completa, no próximo mês, 40 anos de carreira com formação original em intacta. Mas por que a vitória de Senna em 1991 é mais especial para Kiko do que para a maioria dos torcedores?

Roupa Nova completa em agosto 40 anos de carreira
Roupa Nova completa em agosto 40 anos de carreira

É que a música que embalou a primeira (e épica) primeira vitória de Ayrton Senna no Brasil é uma gravação do Roupa Nova. Escapa a muita gente que o Tema da Vitória (também conhecido como “música do Senna), que marca desde a década de 1980 os triunfos brasileiros na Fórmula 1, é uma música gravada pelo Roupa Nova para a Rede Globo.

+ Senna 60 anos: piloto mantém recordes e segue lenda na F1

“Nós fazíamos parte do Departamento de Apoio Musical da Rede Globo na época. Em uma das gravações, o (Aloysio) Legey (célebre direto da emissora que deixou a Globo em 2012) solicitou uma concorrência de arranjos para um tema”, lembrou Kiko ao conversar com exclusividade com a MOTOR SHOW.

View this post on Instagram

Há 2 anos eu postei isso aqui, mas acho que merece o repeteco, pois ainda éramos poucos amigos e vamos de um #TBT de sexta-feira. rsrs – – Até hoje sinto falta de ver o @oficialayrtonsenna pilotar de um jeito que nenhum outro conseguiu até hoje, fora o ser humano especial que era. – E essa narração emocionante do @galvaobueno nos faz voltar no tempo e ter aquela sensação que tínhamos quase todos os domingos. – Abaixo o post de 2 anos atrás: ———————————————- – Hoje quando acordei e vi a data, uma coisa interessante me ocorreu, há muitos anos gerações e gerações vem discutindo e comparando os seus ídolos, quem foi melhor: Pelé ou Garrincha, Zico ou Maradona, Romario ou Ronaldo, Beatles ou Rolling Stones, Gênesis ou Yes…. – – Mas apenas 1 foi e é unânime no MUNDO INTEIRO….. – – E há exatos 24 anos ele nos deixou, e deixou o Brasil órfão de verdadeiros ídolos. – – Mas a música que tocava pra ele praticamente todos os domingos de manhã raramente foi ouvida novamente. – – Nós do Roupa Nova, quando ainda éramos músicos contratados da Globo bem no início dos anos 80 tivemos o prazer de ter gravado esse tema chamado “tema da vitória” que era para tocar para todos os pilotos brasileiros que ganhavam, virou a canção dele. E hoje eu quis fazer essa homenagem com maior orgulho e carinho para o meu maior ídolo de todos os tempos AYRTON SENNA que está vivo aqui dentro do meu coração. – – #ayrtonsenna #senna #kikoroupanova #roupanova #guitar #guitarra #guitarrista #music #solos #homenagem #idolo

A post shared by Kiko Roupa Nova️ (@kikoroupanova) on

Inicialmente o Tema da Vitória seria uma música para marcar as vitórias do GP Brasil de Fórmula 1, indepentemente do país de origem do piloto vencedor. Tanto que a música já tocou até para o arqui-inimigo de Senna, Alain Prost.

“Foram uns cinco arranjos e o do maestro Eduardo Souto Neto ganhou. Foi um prazer gravar essa música”, contou Kiko. Souto Neto é um dos compositores com a melhor compreensão de sucesso. Suas músicas embalaram ainda conquistas históricas como os títulos brasileiros nas copas de 1994 e 2002. E, se você já cantarolou a vinheta clássica do festival Rock in Rio, agradeça a Souto Neto.

+ Fittipaldi elege a melhor volta de Senna e revela como soube de sua morte

Senna acumulou 41 vitórias em seus 10 anos na Fórmula 1, e 38 delas foram marcadas com a execução do Tema da Vitória. As exceções são as duas primeiras vitórias em 1985, quando a música ainda era utilizada exclusivamente para o GP Brasil, e o desastroso Grande Prêmio da Austrália em 1991, prova que foi interrompida após 14 voltas.

Cada torcedor tem sua lembrança favorita de Senna. Kiko não disfarça a sua. “Aquela dele pilotando, só com a sexta marcha, é de chorar.” Ele se refere exatamente à corrida que abre o texto. O que ninguém sabia até a bandeirada é o fato que tornou essa conquista de Senna talvez a sua mais heróica.

+ O Gol GTI de Ayrton Senna: o esportivo que nem o campeão viu

O câmbio de seu carro travou e ele perdeu a terceira, quarta e quinta marchas. Ele precisou controlar o carro durante algumas voltas com o câmbio travado. Pois então tente usar um simulador com o MP4/6 e seu descomunal motor V12 pra ver como ele se sai em curvas como a Descida do Lago, Pinheirinho ou Bico do Pato.

Whisky a Go Go, Dona, Seguindo no Trem Azul, Coração Pirata, A Força do Amor, A Viagem, Chuva de Prata. É possível escrever parágrafos inteiros apenas com músicas de sucesso do Roupa Nova. Mesmo assim, um dos momentos mais aguardados nos shows da banda é o medley que eles fazem com Tema da Vitória executado com fotos de Senna no telão.

“Quando chega o Tema da Vitória, as pessoas vão as lágrimas, porque juntam a emoção do tema e a falta do nosso ídolo. Aí não dá para aguentar.”

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar