Exibição reunirá exemplares de fabricantes extintos

A mostra 'Lost Marques’ acontecerá entre os dias 19 a 20 de agosto deste ano, em Londres, com alguns exemplares clássicos icônicos


O London Concours anunciou a exibição ‘Lost Marques”, que ocorrerá nos dias 19 e 20 de agosto deste ano, na sede da Honorable Artillery Company, em Londres, com uma grande homenagem aos fabricantes extintos.

Foto: Divulgação

Entre as preciosidades da indústria confirmadas, o Facel Vega HK500 é uma das 500 unidades fabricadas entre 1959 e 1961. Sob o capô, motor V8 Chrysler possibilitava ao condutor ultrapassar os 100 km/h. A transmissão era manual ou automática.

Bizzarrini P538
Bizzarrini P538 (Foto: Divulgação)

Outro clássico é o Bizzarrini P538. Aliás, o fundador da empresa, Giotto Bizzarrini, iniciou como piloto de testes da Alfa Romeo e após transferiu-se para a Ferrari e cooperou no desenvolvimento do modelo 250 GTO. O P538 tinha motor Chevy V8 em posição central-traseira. O primeiro carro estreou nas 24 Horas de Le Mans de 1966.

A exibição também trará o Jensen C-V8, cuja produção ocorreu de 1962 e 1966, com motor de oito cilindros em “V” e carroceria de fibra de vidro. Foi considerado um dos carros de quatro lugares mais rápido ao seu tempo.

Jensen C-V8 MKIII
Jensen C-V8 MKIII (Foto: Divulgação)

O Alvis Speed 25 era equipado com motor de 3571 cc e acelerava de 0 a 80 km/h em 11 segundos, enquanto a velocidade máxima era de 153 km/h.

O primeiro exemplar do Unipower GT foi inspirado no trabalho de Carlo Abarth. Foi um carro de proporções diminutas, com motor projetado por Ernie Unger. O peso era de baixíssimos 590 kg. Apenas 72 unidades foram feitas, das quais a maioria reside no Japão.

Unipower GT
Unipower GT (Foto: Divulgação)

A Marcos surgiu em 1959, no norte do País de Gales, e foi à falência nos anos de 1971 e em 2000 – neste ano, surgiu o TSO GT2 Prototype. Lançado em 2004, trazia motor  Chevrolet V8 LS1 e a suspensão desenvolvida pela renomada ProDrive.