F1: Novo carro da Ferrari traz visual inspirado nos anos 90; assista

Modelo F1-75 celebra os 75 anos de história da marca no mundo das corridas

0
67
Ferrari
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (17/02) foi a vez da Ferrari divulgar o carro que irá disputar a temporada 2022 do Mundial de Fórmula 1. Batizado de F1-75 em homenagem aos 75 anos de criação do primeiro carro de corrida da marca, o bólido traz novidades em seu visual e também na pintura.

O carro que será pilotado pelo monegasco Charles Leclerc e pelo espanhol Carlos Sainz, veio no tradicional vermelho da equipe italiana, mas trouxe os aerofólios dianteiro e traseiro pintados na cor preta, assim como era nos 90.

+ F1: Williams apresenta carro novo sem homenagem a Ayrton Senna; assista
+ F1 terá nova pontuação para corridas encerradas antes do previsto
+ F1: AlphaTauri revela carro para a temporada 2022; assista
+ Tag Heuer lança relógio F1 Red Bull Racing em edição especial


Com as principais inovações aerodinâmicas sendo guardadas para os testes de pré-temporada marcados para a próxima semana, entre os dias 23 e 25 em Barcelona, chamou a atenção as “guelrras” instaladas na lateral do carro.

A expectativa é que o F1-75 quebre o jejum de títulos da Ferrari, já que suas últimas conquistas foram o campeonato de pilotos foi em 2007 com finlandês Kimi Raikkonen e o campeonato de construtores em 2008.

MAIS NA MOTOR SHOW:
+ Teste rápido: Caoa Chery 5x estreia nova versão PRO por R$ 154.990
+ Flagra: Porsche salta em cruzamento de SP; assista
+ Caminhão motorhome: 3 Mercedes Actros recebem modificações; assista

+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Impressões: Jeep Renegade 2022 tem o motor que faltava
+ Saiba tudo sobre o licenciamento de veículos em SP, como datas e preço
+ Renault Austral: novo SUV tem detalhes do interior exibidos
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Teste rápido: novo Mercedes Classe C anda muito e gasta pouco
+ Confira quais foram os 10 veículos mais roubados em SP durante 2021
+ Nova CNH em 2022: a troca será obrigatória? Veja como ficou