Família Rapidinha

Roberto Assunção

Chegou o Audi A3 que faltava! Se tivesse sido lançado há dois meses, esse A3 Sportback – versão de quatro portas do hatch – teria participado do nosso comparativo que reuniu o BMW 118i, o Mercedes-Benz A 200 e o Volvo V40 T4, publicado na edição de junho (disponível para leitura no site www.motorshow.com.br). Afinal, ele chegou para brigar diretamente com esses carros, e levando uma bela vantagem: com sua configuração 1.4 TFSI, a Audi passa a disputar não apenas o topo desse nicho de mercado, mas também sua entrada. Vejamos.


O Audi A3 Sportback 1.8 TFSI avaliado tem motor de 180 cv e 25,5 kgfm de torque. O carro tem ótimo desempenho (acelera de zero a 100 km/h em 7,3 segundos) e custa R$ 124.300. Dos três concorrentes citados, o mais caro é o Volvo V40 T4, que usa motor 1.6 com os mesmos 180 cv do Audi e é um pouco mais barato: R$ 115.950. O BMW 118i também é mais barato (R$ 106.950) e tem motor 1.6 de 170 cv. Já o Mercedes Classe A 200 está numa faixa mais baixa: custa R$ 99.900 e usa um propulsor 1.6 de 156 cv. Onde está a competitividade do Audi A3 Sportback? Na versão 1.4 TFSI, que custa apenas R$ 94.700. Mas, como nem tudo são flores, seu motor só oferece 122 cv de potência e 20,4 kgfm de torque. É o mesmo usado pelo Audi A1.

Quanto a esse A3 Sportback 1.8, é preciso explicar que as duas portas a mais o transformam em outro carro, quando comparado ao Audi A3 Sport, que tem apenas duas portas. O Sportback é quase uma perua: tem a traseira mais longa e, além de um porta-malas maior, também é mais espaçoso para os passageiros que viajam atrás. É um carro familiar, portanto, mas nem por isso sem a pegada esportiva.

A Audi exagerou na padronização do design de seus carros, mas o desempenho entre as versões é bem diferente. Por isso, essa versão com motor 1.8 é a mais indicada para quem busca prazer ao dirigir, com grande capacidade de aceleração nas ultrapassagens. Seu motor turbo combina injeção direta (FSI) com injeção indireta multiponto. Além disso, assim como no já conhecido 1.4 TFSI, o coletor de escape está integrado à cabeça dos cilindros.

Um de seus pontos altos é o câmbio S tronic. Ele tem sete marchas e dupla embreagem, o que o torna mais eficiente do que os automatizados de embreagem simples e os automáticos convencionais. Na prática, as trocas de marcha são muito rápidas e precisas. Elas também podem ser feitas manualmente, pelos shift-paddles no volante. A transmissão oferece ainda o modo “Eficiência”, que ajuda a reduzir o consumo de gasolina.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel