Fantasia esportivo

O Ka é um carro divertido de guiar, principalmente porque é pequeno. Não por acaso, há uma longa lista de carros compactos e divertidos, de Mini Cooper a Fiat 500, de smart fortwo a Audi A1, passando pelo Fiat Uno Sporting. O último é justamente o maior rival desse novíssimo Ka Sport, que chega agora em agosto às lojas no embalo da nova linha 2012.

A reduzida distância entre-eixos garante respostas mais ágeis aos comandos do volante, mas a primeira geração do Ka conseguia ser ainda mais divertida, com posição de dirigir rebaixada e dimensões menores. Por isso, os fãs do extinto Ka 1.6 XR – esse sim, quase um kart – talvez torçam o nariz para a novidade.

O farol com máscara negra, as rodas 15 e o aerofólio são uma boa caracterização para a versão esportiva, mas os adesivos são de gosto duvidoso

No mercado atual, esse novo Ford é uma das formas mais baratas de combinar diversão ao volante com visual esportivo. Enquanto os preços do concorrente Uno Sporting começam na casa dos R$ 34 mil, o Ka Sport parte de R$ 35.900, mas vem com mais itens de série. Os únicos opcionais são os airbags dianteiros, que custam R$ 1 mil e eliminam o volante esportivo, incompatível com as bolsas. No mais, os dois têm só duas portas e rodas aro 15 com desenho parecido (o Ka com pneus de perfil mais baixo) e faixas, saias, aerofólios e outros adereços exagerados, que podem não agradar a todos.

Mesmo que o Uno Sporting tenha suspensões recalibradas e marchas encurtadas, o Ka, sem mudanças em relação ao modelo 1.0, é superior em esportividade nos dois quesitos: seu câmbio tem engates mais curtos e precisos e seu centro de gravidade mais baixo garante uma posição de dirigir melhor, embora faltem ajustes de altura do volante e do banco, e um melhor comportamento em curvas. Além disso, contra o 1.4 de até 88 cv do Fiat, o Ford tem um 1.6 de até 107 cv. Mais moderno, o motor do rival consegue garantir a aceleração até 100 km/h nos mesmos nada brilhantes 11,2 segundos, mas o Ka é mais veloz e tem retomadas mais rápidas.

Os bancos têm desenho especial nesta versão, mas o painel continua de carro básico. Não há ajuste de volante ou da altura do banco. Airbags são opcionais, mas os freios ABS, nem pagando à parte

Ford Ka Sport

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,6 litro, 8V TRANSMISSÃO manual, cinco marchas, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 3,84 m – larg.: 1,64 m – alt.: 1,44 m ENTRE-EIXOS 2,452 m PORTA-MALAS 263 litros PNEUS 195/55 R15 PESO 936 kg • GASOLINA POTÊNCIA  102 cv a 5.500 rpm TORQUE 14,5 kgfm a 4.250 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 178 km/h 0 – 100 km/h 12,3 segundos CONSUMO cidade: 12,3 km/l – estrada: 16,1 km/l CONSUMO REAL cidade: 9,5 km/l – estrada: 11,4 km/l • ETANOL POTÊNCIA 107 cv a 5.500 rpm TORQUE 15,3 kgfm a 4.250 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 181 km/h 0 – 100 km/h 11,2 segundos CONSUMO cidade: 8,9 km/l – estrada: 11,2 km/l CONSUMO REAL cidade: 6,9 km/l – estrada: 8 km/l

Esse novo Ka é, portanto, uma bela opção de esportivo de baixo custo. Mas levanta questões: por que não há opção sem essas faixas adesivas? Se não gostar, terá que mandar tirar. E, mais grave: por que não há freios ABS nem como opcional? Mesmo que o desempenho não seja de esportivo, a fantasia é. E se essa caracterização induz o motorista a acelerar, deveria ajudá-lo também a parar.