FCA quer impedir venda de “Jeep” indiano nos EUA

Fiat Chrysler alega que o Mahindra Roxor copia as linhas icônicas do Jeep original. Mas a história do carro projetado na Índia vai além de uma simples reprodução

Mahindra Roxor (Divulgação)

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) formalizou uma reclamação junto à Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos para impedir que a indiana Mahindra comercialize no país o Roxor, um utilitário que é muito semelhante ao Jeep Wrangler. De acordo com o site de notícias econômicas Bloomberg, que teve acesso ao conteúdo do documento, a FCA alega que o modelo indiano reproduz quase integralmente as linhas tradicionais dos Jeep.


O Roxor, porém, vai muito além de uma simples cópia do Jeep. Nos anos 1950, a Mahindra obteve a licença para produzir o modelo Willys CJ3, tendo aplicado várias mudanças ao utilitário nas últimas seis décadas. No final das contas, é como se o Roxor e o Wrangler fossem filhos do mesmo pai, mas criados a uma distância de mais de 11.000 km um do outro. Curiosamente, o Thar, que é a versão do Roxor para o mercado indiano, é ainda mais parecido com o Jeep por manter icônica a grade frontal com sete aletas (confira aqui)

Desde o ano passado, a Mahindra monta o Roxor em uma fábrica no estado americano de Michigan, com kits importados da Índia. Em sua versão de entrada nos Estados Unidos, o Roxor custa US$ 14.999 (cerca de R$ 55.600) e está equipado com um motor 2.5 turbodiesel de 63 cv, câmbio manual de cinco marchas e tração nas quatro rodas com reduzida. Já o Wrangler custa quase o dobro — parte de US$ 27.495 (cerca de cerca de R$ 101.800) — porém é bem mais sofisticado e traz um motor 3.6 V6 de 285 cv.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel