Fechamento de ponte preocupa a cidade de Elvis Presley; entenda

Rachadura em estrutura metálica exigiu a interrupção imediata do trânsito em ponte dos anos 1970


Hernando de Soto
Ponte Hernando de Soto liga as cidades de West Memphis, no estado americano de Arkansas, e Memphis, no Tennessee

Foi durante uma inspeção de rotina, na última terça-feira (11), que um engenheiro encontrou algo que caberia no enredo de qualquer filme-catástrofe: uma rachadura em uma das vigas principais da ponte metálica Hernando de Soto, que atravessa o rio Mississippi, poderia levar à queda da estrutura a qualquer momento. O trânsito de veículos foi interrompido imediatamente.

+ Entenda o pânico que levou motoristas a deixarem postos sem combustível nos EUA
+ Entenda por que alguns motoristas estão trocando seus carros elétricos por modelos a combustão
+ Entenda como a nova lei de trânsito pode afetar o seguro automóvel
+ Preço da bicicleta pode subir; entenda o motivo

Segundo os técnicos, não é possível dizer quando a trinca surgiu na estrutura, que havia sido vistoriada pela última vez em 2019. Construída em 1973, a ponte é uma das duas ligações diretas entre as cidades de West Memphis, no estado americano de Arkansas, e Memphis, no Tennessee. Cidade que além de ser um polo logístico importante para os Estados Unidos, também é conhecido pela sua vocação turística, por conta da ligação com grandes nomes da música como Elvis Presley e BB King.

Os impactos foram sentidos pelas duas cidades imediatamente. De uma hora para outra, cruzar o rio se tornou uma tarefa complicada. De acordo com uma reportagem do The New York Times, como o tráfego de barcos pelo rio chegou a ser interrompido, as únicas alternativas para a travessia — que era feita em sua maioria por veículos de carga — passaram a ser enfrentar o trânsito na única ponte restante, construída em 1949, ou fazer um desvio de mais de 160 km.

ponte rachada-1
Detalhe do dano na estrutura da ponte, em foto do Departamento de Transportes do Tennessee

“Nós queremos que a ponte reabra o mais rápido possível, mas não vamos agir por impulso. Nós queremos que seja feito o melhor reparo e de longo prazo para que essa ponte seja reaberta”, comentou em entrevista coletiva o comissário de transportes do Tennessee, Clay Bright.

Ainda não se sabe quando os veículos voltarão a circular pela ponte. Numa nota conjunta divulgada à imprensa nesta sexta-feira (14), os Departamentos de Transportes de Tennessee e Arkansas destacaram de que novos exames não apontaram problemas adicionais na estrutura, permitindo a retomada do tráfego fluvial.

Por outro lado, ainda está em estudo como será feito o reparo provisório da ponte. Isso dará tempo para a reabertura ao trânsito enquanto é encomendada uma nova viga para substituir a danificada.

Mais na Motor Show

+ Pandemia fez crescer em 35% a intenção de compra de motos
+ Veja quais são os 5 carros turbo mais baratos do Brasil
+ Grife cria relógio de R$ 5,3 milhões para combinar com o McLaren Speedtail
+ Carros seminovos fora de linha valorizaram 7% na pandemia, aponta estudo
+ Teste rápido: Fiat Toro Turbo 2022 é picape sob medida para a cidade
+ Entenda o pânico que levou motoristas a deixarem postos sem combustível nos EUA

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel