Ferrari Roma é a nova estrela da Casa de Maranello

Novo modelo foi apresentado para um seleto grupo de consumidores e traz um motor V8 3.9 turbinado, na posição central-traseira, com 620 cv

Eis o novo ícone da Casa de Maranello: a Ferrari Roma. Ela foi apresentada durante uma festa para convidados especiais e presta uma homenagem a cidade de Roma, na Itália. Lado a lado com o modelo Portofino, a Roma cresceu 70 mm no comprimento (4,656 m) e 44 mm na largura (1,974 m), enquanto a altura diminuiu 17 mm (1,301 m) e o entre se manteve inalterado (2,670 m).

O visual exibe uma dianteira longa associada a traseira curta. Aliás, alguns elementos de design roubam os olhares, como os faróis Matrix LED com barra horizontal, inspirados nos modelos Monza SP1 e Monza SP2, e as lanternas divididas em quatro seções (uma clássica solução de estilo nos carros da Ferrari). Por dentro, a cabine adota o conceito “Dual Cockpit”, com duas células bem divididas para motorista e passageiro. O habitáculo oferece três telas, com novo multimídia vertical de 8,4″, um display para o passageiro e o quadro de instrumentos de 16″. Outro destaque aparece no volante com botões táteis.

Sob o capô, se esconde um motor V8 3.9 turbinado, na posição central-traseira, com 620 cv de 5.750 a 7.500 rpm e torque de 77 kgfm disponível entre 3.000 e 5.750 rpm. O câmbio é de dupla embreagem derivado da SF90 Stradale, mas com oito marchas. Com 1.570 kg e relação peso-potência de 2,53 kg/cv, é possível acelerar de 0-100 km/h em baixos 3,4 segundos, de 0-200 km/h em 9,3 segundos, e atingir 320 km/h de velocidade máxima.