Ferrari estuda novo modelo de entrada

Divulgação

Entre 1968 e 1976, a Ferrari produziu os Dino, esportivos mais acessíveis que não recebiam o emblema do cavalo negro por terem motores de seis ou oito cilindros, pequenos para os padrões da casa de Maranello de então.

Atenta ao crescimento de modelos como o McLaren 570S, Mercedes-AMG GT e o Porsche 911, a Ferrari quer voltar novamente ao mercado de supercarros de entrada com o lançamento de um novo carro, mais acessível que a California e equipada com um motor V6 biturbo. De acordo com a revista americana Motor Trend, os projetistas da empresa já trabalham no novo modelo, que no entanto deverá chegar ao mercado somente em 2019.

A expectativa é que o preço da Ferrari (ou talvez Dino, quem sabe?) fique na casa dos US$ 180 mil (o equivalente a R$ 560 mil). Para efeito de comparação, uma Ferrari California custa atualmente R$ 1,36 milhão no Brasil.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar