Fiat Argo e Cronos zeram no Latin NCAP; Taos recebe 5 estrelas; assista

O Taos foi o primeiro modelo a receber nota máxima em segurança no novo protocolo de testes

0
6
Foto: Divulgação

A Volkswagen Taos foi o primeiro modelo a receber nota máxima em segurança no novo protocolo de testes do Latin NCAP (2020-2024), que avalia o nível de segurança entregue pelos veículos vendidos na América Latina e Caribe. O modelo é produzido na Argentina e no México.

O SUV atingiu 90,23% em Proteção de Ocupantes Adultos, 89,90% em Proteção de Ocupantes Infantis, 60,61% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 85,04% em Sistemas de Assistência à Segurança.


+ Toyota Yaris recebe apenas 1 estrela no Latin NCap; assista
+ Ford Ka e Hyundai HB20 tiram nota zero em novo teste do Latin NCAP
+ Hyundai HB20 é rebaixado a uma estrela em crash-test do Latin NCAP

O Taos foi avaliado em impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral de poste, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres. Além disso, foram realizados os testes de ESC, teste de alce (moose test) e Frenagem Autônoma de Emergência (AEB).

O SUV oferece como padrão seis airbags, ESC e ancoragens Isofix que juntos tiveram um bom desempenho durante os testes. O Taos também oferece sistemas AEB opcionais para baixa velocidade, alta velocidade e pedestres e estão disponíveis em, ao menos, 50% do volume de produção, atendendo também aos requisitos de instalação do Latin NCAP.

Assista ao vídeo abaixo:

Fiat Argo e Cronos

O Fiat Argo e Cronos, produzidos na Argentina e no Brasil, com dois airbags frontais e sem ESC padrão, ganharam zero estrela no mais recente protocolo do Latin NCAP.

Os modelos atingiram 24,37% em Proteção de Ocupantes Adultos, 9,91% em Proteção de Ocupantes Crianças, 36,91% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 6,98% em Sistemas de Assistência à Segurança.

Os veículos foram avaliados em impacto frontal, impacto lateral, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres.

Segundo o LatinNCAP, a falta de airbags de proteção lateral e proteção lateral de cabeça como equipamento padrão e a baixa pontuação de chicote cervical limitaram o resultado na proteção do ocupante adulto. A pontuação de proteção do ocupante infantil foi baixa principalmente por causa da sinalização que não atende aos requisitos do Latin NCAP.

A Fiat disse à entidade que irá melhorar este veículo em breve e solicitará que seja reavaliado para demonstrar as melhorias. Questionada sobre os resultados, a “Stellantis informa que todos os seus veículos cumprem as recomendações e normas homologatórias vigentes ligadas à segurança”.

Assista ao vídeo abaixo:

 MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Eletricz lança bike elétrica no Brasil com até 160 km de autonomia
+ Range Rover Evoque volta a ser produzido no Brasil; veja os preços
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Kombi de 1987 é transformada em camper como presente para esposa
+ Veja como verificar a pintura de um seminovo na hora da compra
+ Avaliação: Jeep Commander é, sim, um Compass aumentado (e não há problema nenhum nisso)
+ Teste especial: VW Golf GTI 2022 e sua fórmula mágica (teste na pista e todas as gerações comparadas)
+ Ferrari Testarossa (1987) de Elton John vai a leilão; veja os detalhes
+ CNHs vencidas (março e abril de 2020) devem ser renovadas esse mês
+ Avaliação: Ford Mustang Mach 1 é o melhor esportivo para comprar hoje
+ Hyundai convoca recall do HB20 por problema no freio
+ CNHs vencidas (março e abril de 2020) devem ser renovadas esse mês
+ FlixBus inicia suas atividades com viagens de ônibus a partir de R$ 19,90