Fiat Chrysler faz proposta de fusão para Renault

Possível a união entre as duas empresas irá resultar na criação do 3ª maior grupo de fabricantes de automóveis do mundo

Divulgação

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e a Renault confirmaram por meio de comunicados para a imprensa que estão estudando um acordo para a formação de uma nova empresa, que terá metade das ações nas mãos de cada um dos grupos industriais.

Caso se concretize, a união entre FCA e Renault irá criar o 3º maior grupo de montadoras do mundo, com uma produção conjunta de 8,7 milhoes de veículos (confira aqui o ranking das 10 maiores montadoras em 2018). O acordo prevê o desenvolvimento conjunto de novas tecnologias, assim como o compartilhamento de plataformas e conjuntos mecânicos.

De acordo com a FCA, a proposta de fusão não inclui o fechamento de nenhuma planta industrial. A ideia é da Fiat Chrysler é aproveitar a forte presença da Renault na Europa, África e Oriente Médio, enquanto os franceses poderão se beneficiar da força da FCA nas Américas.

Atualmente, o portfólio do Grupo Renault inclui cinco marcas (Renault, Dacia, Renault Samsung Motors, Alpine e Lada). A empresa francesa ainda forma uma aliança com as japonesas Nissan e Mitsubishi. Já a FCA reúne nove marcas de carro (Alfa Romeo, Abarth, Chrysler, Dodge, Fiat, Jeep, Lancia, Maserati e RAM).

Curiosamente, a Chrysler já vendeu um carro da Renault nos Estados Unidos. Leia mais sobre essa história aqui.