Fiat ou Volkswagen: Simplicidade ou sofisticação. Quem está certo?

0
9581
Volkswagen

Claro que a esta pergunta simples a resposta é quase obvia: todos querem um carro tecnologicamente sofisticado. Mais outra questão também é obvia: Todos querem pagar o preço de um carro simples. E o mercado terá em breve uma luta exatamente nesses moldes.

A Volkswagen já está comercializando há algum tempo o Up, um carro pequeno, de pouco mais de 3,5 metros de comprimento, que se não é o mais bonito dos compactos pelo menos tem a sofisticação de ser um dos carros nacionais de seu segmento de maior pacote tecnológico, que vai desde a construção rígida de sua carroceria que suporta grandes impactos frontais até uma mecânica muito apurada que dá uma dinâmica invejável ao pequeno notável.


No meio do ano que vem, a Fiat lançará também o seu pequeno notável. Um carrinho identificado pela sigla X1H e que, nos mesmos moldes do Up, terá pouco mais de 3,5 metros de comprimento, motor de 1 litro e com design bastante contemporâneo.

A grande diferença para o carrinho da Volkswagen é que o da Fiat terá na simplicidade a sua palavra de ordem. A Fiat não tem a pretensão de que o X1H seja melhor em nada que seu concorrente, apenas seja melhor nas vendas. Para isso trabalhou em uma mecânica sem sofisticações construtivas. Mas o que norteou o trabalho da engenharia foi que o conjunto mecânico fosse de fácil manutenção e boa durabilidade.

No Volkswagen Up, temos um motor de 3 cilindros de alta sofisticação construtiva, com quatro válvulas por cilindro, duplo comando de válvulas no cabeçote sendo que na versão aspirada o comando da admissão possui variador de fase e na versão turbo comprimido o variador de fase está na admissão e no escapamento. O TSI dispõe ainda de um sofisticado sistema de injeção direta na alimentação. Um conjunto mecânico de tirar aplausos dos engenheiros. A Fiat, por sua vez, desenvolveu um motor de 3 cilindros com um único comando de válvulas no cabeçote e apenas duas válvulas por cilindro e que se destaca pelo torque elevado nas rotações mais baixas, mas deixa a desejar na potencia máxima das altas rotações.

Se perguntássemos a qualquer consumidor qual carro escolher, diante dessas descrições todos correriam para o Up. Até descobrirem que o carro da Volkswagen custa cerca de 15% mais caro do que custará o novo carrinho da Fiat. Aí, aquele povaréu que correu para o Up voltará atrás e uma boa parte irá se encantar pelo baixo preço do Fiat X1H.

Todos esquecem que tecnologia tem preço e que não é possível para as fabricas construírem um carro tecnologicamente avançado pelo preço de um carro simples. Tudo tem seu preço e ninguém faz nada de graça. Alguém sempre paga a conta.

Qual será a escolha do consumidor Brasileiro? Não sei o certo. O fato é que as pessoas dispostas a pagar pela sofisticação construtiva de um carro optarão pelo Up. E outros, que não ligam para tecnologias de ponta e preferem algo que sirva para seu dia a dia, que seja barato de ser adquirido e atenda suas necessidades pouco importando se a tecnologia é de ponta, esses optarão pelo Fiat X1H.

No inicio 2017 quando o X1H já terá um nome e não será uma simples sigla de projeto, poderemos descobrir o que a maioria dos brasileiros quer: baixo preço e simplicidade ou sofisticação tecnológica. Na época saberemos quem tomou a decisão correta, Volkswagen ou a Fiat.