Fiat Palio perde pontos e leva uma estrela no Latin NCAP

Testado pela última vez no ano passado, quando alcançou quatro de um total de cinco estrelas possíveis na proteção para adultos, o Fiat Palio voltou a ser avaliado pelo Latin NCAP e foi mais um modelo brasileiro que perdeu pontos nos testes de impacto. Sob as normas mais rígidas, que entraram em vigor neste ano, o hatch registrou uma magra pontuação de apenas uma estrela. Os resultados foram anunciados nesta quarta-feira (3).

No caso do Palio, a carroceria mostrou boa resistência nos impactos frontal e também lateral, neste caso, graças aos reforços nas portas e painéis internos. Por outro lado, os sistemas de segurança (airbags e cintos de segurança) não foram capazes de impedir o impacto dos joelhos dos ocupantes com o painel do veículo e, na colisão lateral, a proteção ao abdome e ao peito dos ocupantes foi considerada ‘pobre’, pontuação que é a mais baixa dada pelo Latin NCAP. Na proteção de crianças, o hatch da Fiat manteve a pontuação de três estrelas registrada no ano passado.

A partir deste ano, além da realização do teste de impacto lateral, os automóveis que não são equipados com o controle eletrônico de estabilidade são penalizados pelo Latin NCAP, podendo atingir no máximo a pontuação de três estrelas. No mês passado, a mesma perda de pontos aconteceu com o Peugeot 208, cuja pontuação baixou de quatro estrelas, em 2014, para duas estrelas.

NOTA ZERO

Além do hatch da Fiat, o Latin NCAP avaliou nesta última bateria de testes o compacto BYC B0, modelo feito na China e que não é oferecido no Brasil, mas está presente em outros mercados latinos. Apesar da carroceria ter sido considerada estável após o impacto, a ausência dos airbags prejudicou a proteção aos ocupantes. Peito e pescoço do motorista, por exemplo, tiveram receberam pontuação ‘pobre’.