Ford faz recall do Fusion: carro pode se mover sozinho

Problema no câmbio automático pode permitir movimentação do veículo mesmo com o seletor de marchas na posição "P"

Roberto Assunção

A Ford anunciou nesta sexta-feira (31) o recall de unidades do Fusion, modelos 2013, 2014 e 2016, equipados com o motor 2.5 flex. Uma falha no cabo seletor de marchas do câmbio automático pode permitir o deslocamento involuntário do veículo estacionado.

A montadora trabalha atualmente em uma solução para o problema. Até lá, a recomendação é de que os motoristas acionem o freio de estacionamento sempre que saírem do veículo. Assim que o reparo estiver disponível, a Ford irá convocar novamente os proprietários dos Fusion afetados.

De acordo com a fabricante, a bucha do cabo seletor de marchas pode se deteriorar ao longo do tempo, impossibilitando que o cabo seletor mova a transmissão para a correta posição das marchas.

Nesta hipótese, caso o motorista mova a alavanca do câmbio para a posição “estacionamento” (“P”) e saia do veículo sem acionar o freio de estacionamento, o veículo pode não se encontrar travado na posição “estacionamento” e se mover involuntariamente, sem nenhum alerta sonoro no painel.

Confira abaixo a numeração de chassi dos veículos afetados:
Modelo 2013: chassis (8 últimos dígitos) de DR100258 até DR313750. Fabricação de 11 de maio de 2012 até 14 de maio de 2013

Modelo 2014: chassis (8 últimos dígitos) de ER152895 até ER369909. Fabricação de 17 de setembro de 2013 até 31 de maio de 2014

Modelo 2016: chassis (8 últimos dígitos) de GR204382 até GR405419. Fabricação de 2 de setembro de 2015 até 4 de abril de 2016