Ford Focus: focado na segurança e na dirigibilidade

Roberto Assunção

A Ford decidiu mexer em time que está ganhando e lança o Focus 2016. “Encurtamos o ciclo do carro em dois anos e agora temos uma linha 100% global”, conta Oswaldo Ramos, gerente de marketing da marca. A configuração S saiu de cena, ficando apenas as versões SE 1.6 (R$ 69.900), SE Plus 1.6 (R$ 71.900), SE Plus 2.0 (R$ 78.900), Titanium 2.0 (R$ 86.900) e a avaliada Titanium Plus 2.0 (R$ 95.900). O visual traz uma dianteira reformulada, com novos para-choques, capô e grade do radiador – esta com desenho de cinco barras na Titanium ou tipo colmeia na SE. Os faróis têm iluminação diurna (DRL) na versão Titanium. Com essa atualização, o coeficiente aerodinâmico (Cx) foi de 0,295 para 0,287.


O volante e os comandos internos ganharam novo design no Focus 2016, que tem ótimo acabamento

Atrás, novidades no para-choque, nas lanternas e na tampa do porta-malas. As rodas são de liga leve aro 17, independentemente da versão. Por dentro, a cabine oferece ótimo acabamento, com materiais bastante agradáveis ao toque e texturizados. Além disso, o isolamento acústico foi melhorado. Outro destaque está na posição de dirigir. E tanto o volante quanto os comandos internos têm novo design. A dirigibilidade foi aprimorada. Entre as melhorias estão o aumento da rigidez torsional da carroceria e a nova calibração da caixa de direção, que deixou as respostas mais diretas ao esterço.

As suspensões independentes nas quatro rodas receberam novas buchas e fazem do Focus um “devorador de curvas”. Sob o capô, o motor 2.0 Direct Flex com injeção direta está associado à transmissão de dupla embreagem PowerShift de seis marchas (disponível somente nos motores de 2,0 litros). Esse casamento proporciona bom desempenho, apesar das retomadas levarem um tempo para acontecer. Uma novidade está nas borboletas atrás do volante – anteriormente, as trocas sequenciais eram feitas por uma tecla na lateral da alavanca de câmbio. Os freios progressivos utilizam discos de 278 mm de diâmetro na frente e de 271 mm atrás – iguais para as versões 1.6 e 2.0.


O novo Focus Titanium Plus tem belo quadro de instrumentos, navegador em tela grande, câmbio automático, ar digital e bancos de couro com bom espaço traseiro

O Focus tem novos itens de tecnologia e de segurança. O Advance Trac (controle de tração e de estabilidade) passa a vir de série em todas as versões. O assistente de emergência (estreou no novo Ka) está disponível a partir da Titanium. Caso aconteça um acidente em que haja o acionamento dos airbags ou o corte de combustível, o sistema liga automaticamente para o Samu (192) – desde que o smartphone do motorista esteja pareado com o Sync Media System.

A versão Titanium Plus traz ainda assistente de frenagem autônomo, faróis bixenônio adaptativos, luz auxiliar de curvas, segunda geração do sistema de estacionamento automático, sensores de estacionamento dianteiro, acionamento elétrico para o rebatimento dos retrovisores externos e para os ajustes do banco do motorista, teto solar e chave programável. Para quem tem um Focus 2014/2015, a Ford dará um desconto de 15% na compra do novo Focus. Essa pré-venda, segundo o fabricante, tem  duração de três meses. Mas e a versão sedã? Virá posteriormente, ainda neste ano, mas com o nome de Focus 4 portas.

—–

Ficha técnica:

Ford Focus Hatch Titanium Plus 2.0 AT

Motor: 4 cilindros em linha, 16V, comando variável, injeção direta
Cilindrada: 1999 cm3
Combustível: flex
Potência: 175 cv a 6.500 rpm (g) e 178 cv a 6.500 rpm (e)
Torque: 21,5 kgfm a 4.500 rpm (g) e 22,5 kgfm a 4.500 rpm (e)
Câmbio: automatizado, dupla embreagem, seis marchas
Tração: dianteira
Direção: elétrica
Dimensões: 4,360 m (c), 1,823 m (l), 1,469 m (a)
Entre-eixos: 2,648 m
Pneus: 225/50 R17
Porta-malas: 316 litros
Tanque: 55 litros
Peso: 1.399 kg 0-100 km/h: não divulgada
Velocidade máxima: não divulgada
Consumo cidade: 9,9 km/l (g) e 6,7 km/l (e)
Consumo estrada: 12,4 km/l (g) e 8,5 km/l (e)
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: B (Grande)