Fusca Itamar e cia: os carros que voltaram dos mortos

O popular da Volkswagen não foi o único automóvel que voltou a ser fabricado após o encerramento da sua produção

25517

O VW Fusca é o exemplo mais famoso de automóvel que voltou a ser fabricado após o encerramento da sua produção. Mas está longe de ser um caso isolado. Aqui no Brasil e em outros países, o que não faltam são modelos que voltaram do mundo dos (carros) mortos. Confira abaixo alguns exemplos:

Aero Willys

Divulgação

Lançado no Brasil em 1960, o Aero Willys era praticamente idêntico ao Willys Aero americano de 1955. A semelhança visual entre os dois modelos durou até 1963, com o lançamento do Aero Willys 2600, o primeiro carro de passeio com desenho exclusivo para o mercado brasileiro. Mecanicamente, porém, o 2600 seguiu sendo baseado em um carro morto em 1955 nos Estados Unidos…

Chevrolet 3100 Brasil

Divulgação

Desde o final dos anos 1920, a Chevrolet vendia no Brasil os utilitários americanos da marca, que eram montados em kits importados na fábrica de São Caetano do Sul (SP). Essa situação durou até 1958, quando a empresa substituiu a picape da série 3124 pela nacional Chevrolet 3100 Brasil, um modelo exclusivo com dianteira e caçamba remodelados. Mas que era baseada na antecessora da 3124, vendida por aqui entre 1947 e 1955.

Kaiser Carabela

Reprodução

Em 1958, o Kaiser Carabela foi um dos primeiros automóveis produzidos em série na Argentina. Mas apesar do nome em espanhol, o modelo não era novo. Era o americano Kaiser Manhattan de 1954, tendo recebido algumas mudanças mecânicas e de acabamento para ser fabricado no país vizinho.

NEVS 9-3

Divulgação

Empresa sueca de capital chinês, a National Electric Vehicle Sweden (NEVS) iniciou no ano passado a produção do NEVS 9-3, um sedã elétrico que por sua vez é baseado no Saab 9-3 de segunda geração, produzido até 2014 na Suécia.

Roewe 750

Divulgação

Um dos últimos modelos produzidos pela MG Rover do Reino Unido, o sedã Rover 75 saiu de linha em 2005, com a falência da empresa. Os chineses da SAIC compraram os restos da montadora britânica e, no ano seguinte, relançaram o modelo na China, com o nome de Roewe 750. Com retoques no visual, o modelo seguiu em produção até 2016.

VW Fusca “Itamar”

Divulgação

Descontinuado em 1986 (com direito até a uma série especial de despedida), o Fusca voltou ao mercado em 1993, por sugestão do então presidente da República Itamar Franco. O relançamento do popular (que passou a ser conhecido como Fusca Itamar) exigiu um grande esforço da Volkswagen, que teve que recomprar equipamentos de produção que já haviam sido vendidos ao mercado de reposição. No final das contas, o Fusca durou até 1996 e teve aproximadamente 46 mil unidades produzidas nessa nova fase.

VW Kombi

Divulgação

Em 1994, o México tinha sido o último país a tirar de linha a Kombi de segunda geração, lançada na Europa no final dos anos 1960. Até que a Volkswagen brasileira decidiu relançar o modelo em 1997. O utilitário ficou em linha até 2013 e só deixou o mercado por não conseguir atender as novas normas de segurança, que exigiam os freios ABS e airbags frontais a partir do ano seguinte.

 

 

 

 

blog comments powered by Disqus