Futuro nacional, Renault Kwid leva nota zero em crash test

Com produção no Brasil já confirmada pela Renault, o Kwid se saiu muito mal em um teste de colisão realizado pelo Global NCAP. O compacto de baixo custo feito na Índia foi avaliado com zero estrela mesmo na versão equipada com airbag para o motorista.

De acordo com o órgão avaliador, o principal problema do Kwid foi a estrutura classificada como “instável”. Apesar da boa proteção fornecida pela bolsa inflável para a cabeça do condutor, o tórax teve proteção considerada ruim. Já os joelhos do motorista e do passageiro poderiam sofrer ferimentos devido ao surgimento de “estruturas perigosas” na cabine após o impacto.

Na proteção para crianças, a pontuação foi um pouco melhor: duas estrelas. O compacto foi penalizado pela falta de instruções para a instalação do assento infantil e pelo uso de cintos de segurança de três pontos do tipo estático (sem retrator).

Em nota, a Renault do Brasil informou que o Kwid nacional “atenderá à legislação brasileira em termos de segurança, trazendo de série equipamentos como ABS e airbags”. Apesar de a plataforma do futuro compacto brasileiro ser a mesma do carro indiano, a montadora destacou que desenvolvimento de um novo modelo é “específico para cada mercado”.

KWID NACIONAL

Recentemente, MOTOR SHOW teve acesso a detalhes de fabricação do Kwid nacional. Uma das preocupações dos executivos da Renault será justamente melhorar a segurança do carro. Os reforços na estrutura do Kwid brasileiro serão grandes e o carro deverá pesar cerca de 150 kg a mais do que o modelo indiano. O Kwid brasileiro receberá barras de proteção laterais e será reforçado também no teto.

Além das modificações na carroceria, a quantidade de equipamentos de segurança do Kwid brasileiro será muito maior do que o do indiano. Entre eles, podemos citar cintos de segurança de três pontos com pré-tensionadores, isofix para cadeirinhas de bebês e bancos de última geração para carros dessa categoria. Por força da legislação brasileira, o Kwid também terá duplo airbag e freios com ABS.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar