Gasolina recua 0,4% em fevereiro, mas 33,28% acima do registrado um ano atrás

Valor médio da gasolina ficou em R$ 6,880; Amapá, Rio Grande do Sul e Goiás registraram maiores quedas

0
43
gasolina
Foto: Arquivo Agência Brasil/Marcello Casal

Em fevereiro, o preço do litro da gasolina recuou 0,4% em comparação com janeiro. No segundo mês do ano, a média nacional chegou a R$ 6,880, enquanto em janeiro o preço médio foi de R$ 6,908. Apesar da queda, o valor ainda é 33,28% superior ao registrado no mesmo mês de 2021. As informações constam em levantamento exclusivo feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.

Obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 25 de fevereiro com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 25 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que alguns estados brasileiros registraram queda no valor do combustível. Destes, Amapá (-4,26%), Rio Grande do Sul (-2,75%) e Goiás (-2,75%) tiveram as maiores reduções no preço. Entre os estados que registraram alta estão Acre (1,37%), Bahia (0,87%) e Paraná (0,56%).

gasolina
Foto: Combustível

+ Pesquisa aponta estabilidade no preço da gasolina
+ Cinco dicas para economizar combustível no seu carro
+ Lubrificante: sabia que ele ajuda a economizar combustível?
+ Carro isento de IPVA: Gol está entre os modelos mais ofertados em site


gasolina
Foto: Divulgação

Cuiabá e Porto Alegre têm menores preços entre as capitais

Entre as capitais, o valor médio do combustível foi de R$ 6,814. Rio de Janeiro (R$ 7,217) e Belém (R$ 7,096) foram as que apresentaram maiores preços em fevereiro. Já os menores valores médios foram encontrados em Cuiabá (R$ 6,399) e Porto Alegre (R$ 6,272).

gasolina
Foto: Divulgação

Abastecer com etanol só é vantajoso em Goiás e Mato Grosso

O preço médio do etanol no País em fevereiro foi de R$ 4,733. Apesar da sequência de altas, a gasolina ainda segue sendo mais vantajosa para se abastecer o veículo do que o álcool em quase todos os Estados. As exceções são Goiás e Mato Grosso.

gasolina
Foto: Divulgação

O método utilizado nesta análise, descontando fatores como autonomias individuais de cada veículo, é de que, para compensar completar o tanque com etanol, o valor do litro deve ser inferior a 70% do preço da gasolina.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Segredo: como será o Peugeot 4008, o SUV-cupê do 3008
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Honda NC 750X 2022 vem com duas opções de câmbio
+ Avaliação: Mercedes-Benz GLS 450 é SUV de sete lugares dos sonhos
+ Rodízio de veículos em SP está suspenso; veja até quando
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Comparativo de SUVs: Jeep Compass vs. VW Taos e Toyota Corolla Cross
+ Ram lança linha 2022 das picapes 2500 e 1500; veja os preços
+ Avaliação: novo Audi RS3 Sportback tem tração traseira? Sim e não
+ Decreto confirma a suspensão do IPVA-SP para PCD
+ Avaliação: Renault Kwid 2023 amadurece com design e mecânica reformulados
+ Avaliação: Audi A3 entrega dirigibilidade e consumo irretocáveis
+ Avaliação: Honda City 2022 quer ser novo Civic, mas não é