Gentileza gera gentileza

0
119

Percorro mais de 40 quilômetros diariamente para ir e voltar da redação da MOTOR SHOW. E acompanho como o trânsito piorou consideravelmente de uns tempos para cá. Diariamente, incluindo os finais de semana, vejo um excesso de falta de educação dos condutores. E é impressionante. O ato de acionar a seta para indicar uma mudança de faixa virou (praticamente) um crime e motivo de repressão. Já perdi as contas de quantas vezes isso já aconteceu comigo. É como se o dito “motorista” estivesse disputando uma corrida ou tem complexo de inferioridade. Ninguém pode ficar à frente do seu carro.

Gente, não vamos esquecer que a seta existe para ser usada e a sua não utilização gera uma infração grave, além de multa de R$ 127,69 e cinco pontos na CNH. O mesmo “puxão de orelha” vale para os motociclistas, que ao verem o sinal luminoso piscando acionam suas buzinas. Está na hora de nos respeitarmos mais!

As faixas de ônibus em São Paulo, independente da sua opinião política, ajudaram na fluidez do transporte público. Um ônibus leva muito mais pessoas do que você sozinho em seu automóvel. Por isso, vamos respeitar os horários de funcionamento dessas faixas para cooperar com os demais.


Também não vamos esquecer daqueles condutores dirigindo com smartphones em mãos. Eles estão fazendo qualquer coisa, menos dirigir. Está na hora das pessoas se concentrarem e esquecerem do Facebook ou das mensagens do WhatsApp. ISSO NÃO É MAIS IMPORTANTE! Só um lembrete: segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a multa para quem não está com as duas mãos no volante é de R$ 85,13 e mais quatro pontos na habilitação.

As pessoas ao saírem de casa se esquecem de levar junto a gentileza e a educação. Triste. Claro que existem os educados, não irei generalizar. Um automóvel é uma arma tão perigosa (ou mais) quanto uma arma de fogo. Se você está com pressa para chegar em casa e reencontrar sua família, saiba que o condutor ao seu lado tem o mesmo desejo. Tenhamos consciência disso.