GM está fora do Salão do Automóvel 2021; entenda o motivo

A GM antecipou que não participará do Salão do Automóvel nem mesmo ano que vem
A GM antecipou que não participará do Salão do Automóvel nem mesmo ano que vem

A GM se antecipou e disse que não participará do Salão do Automóvel 2021. A marca foi uma das primeiras a anunciar sua ausência na edição que aconteceria esse ano em novembro. Com a fuga em massa das montadoras, o evento foi cancelado e transferido para 2021.

+ Sem montadoras, Salão do Automóvel 2020 é cancelado
+ Salão do Automóvel vai virar coisa do passado?
+ Salão de Genebra é cancelado por medo do coronavírus

E o motivo da montadora já antecipar sua ausência segue a tendência especulada em bastidores: o modelo do Salão do Automóvel está ultrapassado e caro. A principal reclamação das montadoras foi o alto valor cobrado pelos organizadores do evento para montagem de estandes.

Em comunicado, a GM disse que o Salão do Automóvel apresernta modelo analógico, incompatível com a aposta da marca numa experiência digital com seu consumidor. “A marca aposta cada vez mais no marketing digital e em uma jornada do consumidor totalmente customizável, concentrando seus investimentos em formatos inovadores de comunicação”, diz comunicado divulgado pela montadora.

“Com isso, a Chevrolet reitera sua decisão de não participar de eventos com formatos analógicos como o Salão do Automóvel de São Paulo e informa que a participação no mesmo evento em 2021 também está descartada.”

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar