Golf Highline usa motor 1.4 de 140 cv

Roberto Assunção

O Golf Highline será vendido somente com o novo motor 1.4 de 140 cv, mas com duas opções de câmbio: manual de seis marchas ou automático DSG de sete velocidades. O novo motor EA211 de 1395 cm3 supre as necessidades de performance convencional. A potência máxima surge entre 4.500 e 6.000 rpm, enquanto o torque de 25 kgfm está disponível de 1.500 a 3.500 rpm. Sua aceleração de 0-100 km/h é feita em 8,4 segundos e a máxima é de 212 km/h.

O Golf Highline chega primeiro e será, com certeza, o mais vendido. O segredo do carro está na construção de seu motor turbo com injeção direta de apenas 1,4 litro. Segundo a Volkswagen, 25% do consumo de um carro ocorre em função do peso, por isso ela se empenhou e conseguiu reduzir 37 quilos na carroceria, 26 quilos no chassi, 40 quilos no motor e seis quilos nos sistemas elétricos.

Esse novo Golf é 30 milímetros maior que o Golf VI na parte dianteira, 56 milímetros no comprimento, 59 milímetros no entre-eixos e 12 milímetros na traseira. A altura, entretanto, ficou 28 milímetros menor. A aerodinâmica também melhorou: ele tem Cx de 0,318 e área frontal de 2,2 m2. Segundo o engenheiro José Loureiro, da área de Desenvolvimento do Produto, “o Golf reúne o melhor da Volkswagen em um único carro”. É o primeiro modelo que usa a plataforma MQB (do alemão Modulare Querbaugasten), que padronizou até mesmo a posição de montagem dos motores.

Das novas tecnologias do novo Golf, duas serão introduzidas somente em 2014. Uma é o Dynamic Light Assist, que permite ao motorista rodar o tempo todo com luz alta, mesmo quando cruza outro carro, pois o sistema detecta o veículo em contrário e reduz a iluminação exatamente naquela direção. A outra joia do novo Golf é o ACC com Front Assist. O motorista simplesmente não precisará fazer nada para que o carro se movimente no anda-e-para do trânsito – o carro fará isso sozinho quando identificar um intervalo de apenas três segundos entre aceleração e frenagem. Rodando na estrada, o carro também identifica obstáculos no trânsito à sua frente, como um veículo que sai para ultrapassar. O sistema deixa as pastilhas de freio mais próximas do disco para auxiliar na frenagem; em casos extremos, o próprio carro vai frear sozinho se o motorista não tomar uma atitude.

Outros equipamentos, como sensor de fadiga, Park Assist e Park Pilot, também já virão de série no Golf Highline 1.4, evitando o vexame de não conseguir entrar numa vaga de estacionamento. O Golf Highline poderá ser adquirido na configuração standard, tendo como únicos opcionais o teto solar e as rodas de 17 polegadas com pneus 225/45. Também haverá três pacotes: Elegance, Exclusive e Premium.