HATCH PREMIUM: Mercedes-Benz Classe A

Cabine revolucionária e muita sofisticação e precisão ao volante

Fotos: Malagrine Estúdio

CONFIRA AQUI TODOS OS PREMIADOS NO COMPRA DO ANO 2020

› VERSÕES
A 250 R$ 213.900
(AMG) A 35 4M R$ 289.900

Com os hatches médios de produção local morrendo para dar lugar aos cobiçados SUVs compactos, fomos forçados a aposentar a categoria Hatch Médio na Compra do Ano. Na Volkswagen, o T-Cross tirou de linha o Golf nacional – é agora só importado, na versão híbrida da geração que está saindo de linha. De qualquer modo, a Chevrolet merece os parabéns por manter a versão hatch do Cruze em linha – mas é um modelo que não se destaca muito em nada (e é melhor na versão sedã).

Fotos: Malagrine Estúdio

Para quem curte este tipo de carro, então, restam os modelos importados – alguns, pois a Volvo, por exemplo, também desistiu deles. As alemãs Audi, BMW e Mercedes seguem fazendo hatches médios, e dos bons. O BMW Série 1 perdeu a tração traseira, e agora não tem a mesma dirigibilidade – nem um visual muito encantador –, enquanto o Audi A3 está prestes a mudar de geração. De qualquer modo, terá que se esforçar para superar o mais recente Mercedes-Benz Classe A, que superou com facilidade na votação o BMW, que foi Compra do Ano 2019.

Além da dinâmica incrível, das suspensões que combinam maciez e esportividade como poucas e da direção afiadíssima, o Mercedes Classe A impressiona, e muito, por seu interior. As belíssimas e enormes telas – do painel de instrumentos e central multimídia e de controle – formam um design revolucionário, o acabamento é impecável e a central multimídia Mbux, apesar de algumas discretas “pisadas na bola”, é de fato bastante especial.

Faltam ao consumidor opções mais acessíveis, como a europeia 1.3 turbo, que não é importada (o motor aparece aqui, mas só na versão Sedan do Classe A). Mas a marca preferiu que esta mais nova geração viesse ao Brasil na sua melhor forma, com a melhor combinação de esportividade e conforto: a versão A 250 (além da exagerada AMG de 306 cv). Assim, o Classe A não é um carro barato, mas, se você não curte SUVs e procura um hatch médio tradicional, não há hoje opção melhor.

Potência 224 e 306 cv › Porta-malas 370 litros › Consumo B (A 250) › Versão indicada A 250

Confira abaixo os vencedores em cada categoria (clique nos links para ler a avaliação completa):
HATCH URBANO: Renault Kwid
HATCH COMPACTO: Hyundai HB20
SEDÃ COMPACTO: Hyundai HB20S
SEDÃ MÉDIO: Toyota Corolla
SEDÃ GRANDE: Honda Accord
SEDÃ PREMIUM: Volvo S60
SEDÃ DE LUXO: Audi A6
STATION WAGON: Volvo V60
MONOVOLUME: Chevrolet Spin
HÍBRIDO: Toyota Corolla
ELÉTRICO: Nissan Leaf
ESPORTIVO: Porsche 911
CONVERSÍVEL: BMW Z4
AVENTUREIRO: Fiat Argo Trekking
SUV COMPACTO: Volkswagen T-Cross 
SUV MÉDIO: Toyota RAV4
SUV PREMIUM: Range Rover Evoque
SUV DE LUXO: Audi Q8
SUV 4X4: Mitsubishi Pajero Sport
PICAPE MÉDIA: Ford Ranger
PICAPE MONOBLOCO: Fiat Toro

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar