Honda – Artilharia pesada

A Toyota lança o Corolla em março, a Nissan inaugura sua fábrica em abril, mas o ataque mais poderoso será mesmo o da Honda. Da atual fábrica em Sumaré e da futura de Itirapina, ambas em São Paulo, a atual linha sairá totalmente renovada. As novas gerações do Fit e do City ganharão a companhia de um aguardado e inédito SUV compacto – o jipinho urbano Vezel, apresentado ao mundo em versão de produção no Salão de Tóquio, no fim de novembro.


O Vezel talvez seja um dos lançamentos mais importantes da história da Honda brasileira. É o primeiro rival para o Ford EcoSport feito por uma marca japonesa. Com fabricação já confirmada para Itirapina, será a grande estrela do Salão de São Paulo, em novembro, e passa a ser vendido no início de 2015 com o motor 1.5 aprimorado do novo Fit e valores entre R$ 60.00 e R$75.000. A princípio, teremos só modelos de tração dianteira (a íntegra chega depois). O interior impressiona pelo espaço amplo, principalmente para quem viaja atrás. Importante frisar que o nome, se não agradar, ainda pode mudar.

Bem antes disso, agora em maio, outra grande novidade: o novo Fit. O design atual, entre monovolume e hatch, passou por uma rejuvenescida  para conquistar um público mais jovem. Agora ele terá só o motor 1|5, mas aprimorado para atingir cerca de 125 cv (hoje são 116 cv). Os preços mudam pouco, e, enquanto as versões de entrada terão opção manual, as mais caras serão automáticas – e com a volta do cambio CVT, presente na primeira geração brasileira e abandonado na atual. Esse novo CVT, com conversor de torque e opção de marchas simuladas, garante saídas mais ágeis e menor rotação do motor na estrada, reduzindo (ainda mais) o consumo. Já a versão sedã do Fit, o City, chega no segundo semestre também em nova geração, com a mesma mecânica do hatch. Ficou mais próximo do CIvic, interna e externamente.

Para os fãs de esportivos, a marca já havia mostrado o Civic Si no Salão de São Paulo de 2012, mas o design acaba de ser atualizado. Ele chega no segundo semestre por cerca de R$ 110.000 para brigar com o VW Golf GTI. Só com câmbio manual de seis marchas e agora com carroceria cupê, será o último esportivo Honda com motor aspirado (um 2.4 de 205 cv), já que o novo 2.0 turbo está em testes no Civic Type R – outro forte candidato a ser vendido no Brasil, pois o motor menor tem tributação mais favorável.

Em 2016, veremos a décima geração do Civic, que está sendo desenvolvida nos EUA e terá como maior novidade o motor 1.5 DI VTEC Turbo. Enquanto ela não chega, teremos, ainda no segundo semestre de 2014, um Civic 2015 levemente reestilizado com grade, lanternas e parachoques novos, além de melhorias internas. De quebra, o modelo tem enormes chances de já receber o novo câmbio CVT com conversor de torque e sete marchas virtuais. Uma reação moderada para tentar conter o Toyota Corolla até a chegada da nova geração.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorUlysse Speedometer
Próxima notíciaSubaru: tropa de elite