Honda City completa 10 anos no Brasil

Modelo já ultrapassou a marca de 240 mil unidades produzidas no País

Honda City Sedã (3ª geração)

Prestes a ganhar uma nova geração (leia mais aqui), o sedã compacto Honda City completou os seus 10 anos de presença no mercado brasileiro com mais de 240 mil unidades produzidas das 3ª e 4ª gerações.

Mas a história do Honda City começa bem antes, em 1981. O nome foi utilizado pela primeira vez em um hatch subcompacto menor do que o Civic, que era equipado com um motor 1.2 de quatro cilindros em variações turbo e aspirado.

A 2ª geração do hatch durou entre 1986 e 1993, quando foi descontinuado. O Honda City só voltou em 1996, mas desta vez como um sedã compacto para os países asiáticos.

Em 2002, o modelo ganhou uma nova geração, que foi a primeira construída sobre a plataforma do monovolume Fit. A 3ª geração do sedã foi revelada em 2008 e chegou no ano seguinte ao Brasil. Por aqui, foi até 2015, quando acabou substituído pelo carro atual.