Honda City Hatch aparece na Ásia e deve vir ao Brasil em 2021

O Honda City Hatchback foi revelado na Tailândia e deverá estar em nosso mercado a partir do próximo ano. É um futuro rival para o Chevrolet Onix e cia

Honda City Hatch

O Honda City Hatch estreou mundialmente na Tailândia oferecido nas versões S+ (599.000 baht tailandeses), SV (675.000) e a topo de linha RS (749.000). Em conversão direta e excluindo os impostos representa algo próximo de R$ 105.575, R$ 118.970 e R$ 132.012, respectivamente (sim, o câmbio anda bem desfavorável para nós, com o real desvalorizado). A boa notícia está na possível estreia em nosso mercado a partir de 2021 para dividir as atenções dos consumidores contra os rivais Chevrolet Onix, Toyota Yaris HatchVolkswagen Polo, Peugeot 208 e Hyundai HB20.

É um produto global, para mercados emergentes, cujo design é semelhante ao do “irmão” sedã até a coluna B. A linha de teto foi prolongada e houve a inclusão de um spoiler na parte superior da tampa do porta-malas. Já as lanternas remetem a do Mercedes-Benz Classe A (W177). As dimensões revelam 4,345 m de comprimento (208 mm mais curto frente ao modelo de três volumes), 1,488 m de altura, 1,748 m de largura e 2,589 m de entre-eixos. Ou seja, garantindo maior espaço para as pernas e joelhos dos ocupantes traseiros comparado aos modelos da Chevrolet (2,551 m), da Toyota (2,550 m) e da Volkswagen (2,565 m), por exemplo.

+ Mini lança nova edição comemorativa com só 15 unidades por R$ 249.990
+ Avaliação: Hyundai Creta Smart Plus é um bom SUV, mas merecia um motor melhor
+ Black Friday: Hyundai dá R$ 2 mil em bônus e taxa zero no HB20
+ Como seria o DeLorean DMC-12 do futuro?

A cabine do Honda City Hatch preserva os elementos da variante de três volumes, como o quadro de instrumentos e o multimídia com tela tátil de 8″ e conectividade Android Auto/Apple CarPlay. A versatilidade do interior é garantida pelo sistema Ultra Seat permitindo modular os bancos traseiros para transportar objetos volumosos ou expandir a capacidade do porta-malas – uma estratégia já adotada nos modelos Fit (iniciais R$ 64.100), HR-V (a partir de R$ 99.100) e WR-V (começa em R$ 83.400) à venda em nosso mercado, por exemplo.

Sob o capô, de acordo com o fabricante o motor de três cilindros 1.0 turbinado está associado ao câmbio continuamente variável (CVT) para oferecer 122 cv de potência e 17,64 kgfm de torque. A tração é dianteira.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel