Honda Civic 2022 é evolução (e não revolução) em sua 11ª geração

0
1403
Civic 2022
Civic Sedan Touring 2022

A Honda tem o hábito de alternar radicalismo e conservadorismo nas gerações do Civic Sedan. E a história se repetiu mais uma vez com o lançamento da 11ª geração do modelo médio, apresentada oficialmente na noite de quarta-feira (28) nos Estados Unidos, que é mais uma evolução da elogiada geração atual produzida em Itirapina (SP) do que uma ruptura completa.

Diferente do visual ousado da 10ª geração, o Honda Civic 2022 traz um visual bem mais sóbrio, que toma alguns detalhes de estilo — como o desenho das janelas laterais — do irmão maior Accord (recém-lançado em versão híbrida no Brasil). Mantendo a mesma altura e largura, o Civic “11” ficou ligeiramente mais longo, passando de 4,64 m para 4,674 m. Reflexo em boa parte do aumento de entre-eixos, que passou de 2,700 m para 2,736 m. Em termos de espaço, o maior diferença está no porta-malas, que no modelo americano encolheu de 428 litros para 419 litros.


+Avaliação: compre o Honda Civic 2021 antes que acabe
+Raridade: canadense vende Civic com 20 anos e menos de 10.000 km rodados
+Honda Civic de nova geração é apresentado como protótipo com painel minimalista
+Honda pode tirar Civic de linha e deixar briga com Corolla

Montado sobre a mesma base da geração atual, a Honda destaca que foi feito um trabalho de melhoria estrutural para ganhar 8% em rigidez torcional em relação ao carro atual, ao mesmo tempo em que mexeu nos acertos de suspensão e direção para melhorar a dirigibilidade.

Mecânica e interior

A linha de motores também foi herdada do Civic 10, mas com algumas melhorias. O 2.0 aspirado a gasolina, de 158 cv, ganhou um novo sistema start-stop e um novo catalizador, enquanto o 1.5 turbo foi a 180 cv com a inclusão do comando VTEC também na exaustão. Os câmbios CVT também são os mesmos, embora com modificações para melhorar o desempenho.

No interior, o painel adotou linhas mais retas e bem próximas às da nova geração do SUV HR-V. Uma das principais novidades da nova geração do Civic é o quadro de instrumentos totalmente digital (e configurável) de 10,2″, mas que só está disponível na versão de topo Touring, assim como o sistema multimídia com tela de 9″ (7″ no restante da linha), que traz a possibilidade de pareamento sem fio com Android Auto e Apple CarPlay e carregamento de celular por indução. Outro destaque é o sistema de som premium Bose com 12 alto-falantes e um amplificador digital de 12 canais.

No pacote de segurança, o novo Civic incorporou airbags frontais de nova geração (para reduzir a rotação da cabeça no impacto) e uma melhoria no pacote eletrônico Honda Sensing (ainda indisponível no carro feito no Brasil), que troca o conjunto de câmera e radar frontal por uma única câmera, combinada a um software mais avançado e um sistema de processamento superior.

Civic 2022
Interior do Honda Civic Sport 2022

Com isso, o sistema passa a identificar de maneira mais eficiente pedestres, ciclistas e outros veículos e garante um funcionamento mais linear para o assistente de manutenção em faixa e o controle adaptativo de velocidade de cruzeiro, além de permitir a inclusão de funções como o assistente de congestionamento.

A produção do novo Honda Civic Sedan de 11ª geração está prevista para começar no 2º semestre deste ano, no Canadá. No Brasil, o futuro da produção nacional do sedã médio ainda é incerto.

Mais na Motor Show

+Veja quais multas de trânsito podem ser convertidas em advertência
+Conheça o Wild One Max, carro de controle remoto com tamanho (e preço) de automóvel real
+PCD: MP que limita em R$ 70 mil compra de carros com isenção de IPI é prorrogada
+Saiba por que os carros custam mais caro em São Paulo
+Jeep Compass 2022 estreia oficialmente no Brasil
+Ferrari abandonada por 55 anos deve atingir R$ 14 milhões em leilão