Hyundai Creta chega para tentar derrubar Honda HR-V e Jeep Renegade

O que adiantamos ainda em julho de 2015, a Hyundai confirmou em setembro de 2016. O crossover compacto Hyundai Creta vai ser fabricado no Brasil a partir de janeiro do ano que vem e deve se unir ao HB20 como mais um enorme sucesso da marca coreana no Brasil.

William Lee, presidente da Hyundai Motors do Brasil, fez a apresentação do carro. “É uma ótima oportunidade para reafimarmos nosso compromisso com o Brasil. “Nossas novidades influenciam fortemente o mercado brasileiro de automóveis”, diz, lembrando o sucesso de HB20, hoje no topo do ranking de vendas.

O Creta começa a ser feito em Piracicaba e vendido aqui no início do ano que vem, mas não é igual ao ix25 já vendido na China e em outros mercados. Além do nome diferente, a versão nacional tem adaptações estéticas ao gosto local, como a grade dianteira com contorno cromado, as maçanetas cromadas, e as lanternas com desenho interno diferente.

Com 4,27 m de comprimento, o Creta é do mesmo porte do Honda HR-V, seu maior alvo. Sua base construtiva não vem da família HB20, mas do mais sofisticado sedã Elantra.

As versões de entrada vão ser equipadas com o mesmo motor 1.6 do HB20, aprimorado com recursos como o duplo comando variável (e potência elevada de 128 para 130 cv com etanol), enquanto as topo de linha terão 2.0 flex do Elantra (166 cv). As transmissões são sempre de seis marchas, manual ou automática no 1.6, apenas automática no 2.0. O modelo ainda ganha com start-stop para reduzir o consumo na cidade (todas as versões).

A lista de equipamentos inclui seis airbags, sistemas de controle de tração e estabilidade, luz diurna de LED, iluminação em curvas e monitor de pressão dos pneus, além de outros equipamentos de conforto e conveniência, como chave presencial e espelho retrovisor rebatível eletricamente, bancos com ventilação (inédito no segmento) e ar-condicionado automático digital. O sistema multimídia BlueNav funciona com Android Auto e Apple CarPlay.

Os preços só serão conhecidos em janeiro, mas devem partir da faixa de R$ 75.000 e podem passar de R$ 100.000 nas versões mais equipadas. Assim, a Hyundai mantem o HB20X como seu hatch aventureiro e lança o Creta como crossover de entrada, enquanto os modelos feitos pela Hyundai Caoa – ix35 e New Tucson (leia aqui) – cobririam as faixas acima (e o “velho” Tucson aposta no custo-benefício).