Hyundai HB20 2022 vira carro conectado, mas sem internet a bordo

0
133
Hyundai Bluelink é uma das novidades da linha 2022 do Hyundai HB20

A Hyundai lançou oficialmente nesta segunda-feira (26) o serviço Bluelink, oferecido em parceria com a Vivo e que chega inicialmente nos modelos HB20S, HB20X e HB20 2022, trazendo uma gama de serviços conectados.

+Avaliação: por menos de R$ 60 mil, Hyundai HB20 1.0 é uma pechincha
+Carro Usado: Hyundai HB20 é um compacto fácil de manter
+Linha 2022 do Hyundai HB20 ganha novos itens de série
+Kwid, Onix ou HB20: quem tem o seguro mais barato?

Com funcionamento semelhante ao serviços MyLink (Chevrolet) e o recém-lançado Adventure Intelligence (Jeep), o Hyundai Bluelink chega trazendo funções de rastreamento e localização do veículo, socorro mecânico e em caso de acidentes, além do alerta de roubo e o Alerta de Valet, que permite limitar o perfil de uso do veículo nas mãos de um manobrista.

Para que ele opere, a central multimídia do carro recebeu um módulo de telemática e ainda incorporou a função de pareamento sem fio para Android Auto e Apple CarPlay. De acordo com a Hyundai, as modificações necessárias para a instalação da tecnologia inviabilizam a implantação do sistema em unidades mais antigas da linha HB20.

Com o uso de um aplicativo para smartphone, o motorista poderá ainda travar ou destravar as portas, abrir os vidros ou dar a partida, além de receber alertas de problemas no veículo (que podem ser acessados também pela multimídia). É possível definir ainda limites para uso por outro condutor, estabelecendo alertas para excesso de velocidade, horário de circulação e cerca geográfica.

Por outro lado, a Hyundai optou por deixar de fora funcionalidades disponíveis em outras marcas, como a atualização remota dos sistemas do veículo ou o acesso à rede wi-fi pelos usuários do automóvel. De acordo com a marca sul-coreana, no caso da conexão de internet à bordo, além de manter o custo de assinatura do serviço mais baixo, a retirada da funcionalidade foi pensada com o objetivo de aumentar a segurança à bordo.

O serviço está disponível de série para para a linha 2022 dos modelos HB20 (versões Sport e Diamond), HB20S (Diamond) e HB20X (Diamond e Diamond Plus). O sistema também será oferecido como item opcional, com preço sugerido de R$ 1.400, a partir das versões Evolution 1.0 do hatch e do sedã, e da versão Evolution 1.6 AT do aventureiro HB20X. A configuração Diamond Plus, para HB20 e HB20S, deixa o portfólio da montadora nesta atualização do compacto.

Aplicativo permite acessar funções do veículo à distância

O Hyundai Bluelink será gratuito por seis meses. Após este prazo, quem quiser continuar com as funções terá que pagar uma mensalidade de R$ 29,90. Para aumentar o poder de atração do serviço, a Hyundai firmou uma parceria Liberty Seguros para oferecer condições especiais aos clientes dos HB20 que ativarem o Bluelink, com desconto de 20% nas taxas do seguro para roubo e furto. Já está nos planos da marca sul-coreana a ampliação do serviço para o SUV compacto Creta.

Mais na Motor Show

+Carro voador elétrico Aska já está disponível em pré-venda
+Como funcionam os pneus que rodam sem ar
+Avaliação: por menos de R$ 60 mil, Hyundai HB20 1.0 é uma pechincha
+Honda terá somente carros elétricos a partir de 2040
+Veja 5 sedãs compactos seminovos com preço de Renault Kwid 0 km
+Em breve no Brasil, VW Taos terá nos EUA preço de T-Cross por aqui

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel