Hyundai ix35

+ PONTOS POSITIVOS +

Com três versões à venda, o ix35 resiste à chegada de novos modelos e segue agradando. As versões GL e GLS têm pneus de baixa resistência à rolagem e monitor de pressão no painel. Na mecânica, o motor 2.0 flex de 157/167 cv (gasolina/etanol), que trabalha em conjunto com um câmbio automático de seis marchas, passa a contar com sistema start-stop. De acordo com o fabricante, as mudanças possibilitaram um ganho de até 14% no consumo de combustível. Um dos pontos fortes do ix35 é a versão de entrada, que custa menos de R$ 100 mil e muitas vezes pode ser encontrada em promoção.

PONTOS NEGATIVOS

É a geração anterior do seu irmão New Tucson. Isso faz com que muitos consumidores prefiram investir um pouco mais e não levem o ix35 para casa. A lista de equipamentos de série da versão de entrada não é tão rica quanto as demais. Mesmo assim, o ix35 mais barato sai de fábrica com ar-condicionado com saídas de ar para os passageiros do banco traseiro, rádio com bluetooth, sensor de estacionamento traseiro e trio elétrico, além de isofix para assentos infantis e acendimento automático dos faróis.


Ficha técnica:

Hyundai ix35 2.0

Motor: 2.0 flex
Potência: 157 cv a 6.200 rpm (g) e 167 cv a 6.200 rpm (e)
Torque: 19,2 kgfm a 4.700 rpm (g) e 20,6 kgfm a 4.700 rpm (e)
Câmbio: AT6
Pneus: 225/55 R18
Consumo cidade: 10,1 km/l (g) e 6,9 km/l (e)
Consumo estrada: 11,5 km/l (g) e 8,2 km/l (e)
Emissão de CO2: 127 g/km
Nota do Inmetro: C