Impasse diplomático

Embora não esteja no Brasil, a temporada de 2014 começa forte para a Mazda: agora mesmo em janeiro, está prevista a inauguração de sua fábrica no México. Com capacidade produtiva de 230.000 carros/ano, fará os hatches Mazda2 e Mazda3, além de modelos para a Toyota. Em 2011, quando a fábrica foi anunciada, o acordo automotivo entre Brasil e México ainda estava em vigor sem restrição de cotas, o que permitiria à marca vender esses carros no Brasil sem pagar o Imposto de Importação (35%). Agora, a situação complicou. A Mazda pode até importá-los, mas será difícil ter preço competitivo. Resta à marca torcer para que em março, quando o acordo automotivo precisa ser renovado, sejam estabelecidos critérios mais favoráveis. Será que ela vem?


Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel