Impressões: Jeep Renegade 2022 tem o motor que faltava

O Jeep Renegade 2022 ganha o novo motor 1.3 16V turbo em toda a gama – inclusive nas versões com tração 4x4. A mudança fez muito bem ao comportamento do SUV

Foto: Divulgação

O Jeep Renegade é um estrondoso sucesso desde seu lançamento, ainda em 2015. Fabricado na unidade de Goiana, Pernambuco – a mesma onde são feitos os SUVs maiores Compass (leia aqui) e Commander (avaliação aqui) e a picape Fiat Toro – ele tinha um propulsor 1.8 naturalmente aspirado que sempre gerou críticas em relação a desempenho e consumo. Para quem buscava melhor desenvoltura, a escolha recaia nas versões 2.0 turbodiesel, sempre com 4×4.

Agora, tudo isso ficou no passado, e o Jeep Renegade 2022 estreia o motor 1.3 16V turbo (T270). Trata-se do mesmo já empregado pelos colegas de plataforma citados acima. E se o turbodiesel de dois litros segue nos demais modelos, no caso do Renegade ele dá adeus – mas não se preocupe, pois isso não mata a versão 4×4. E foi justamente ela que testamos em nosso primeiro breve contato com o jipinho atualizado. Veja aqui todas as versões e preços.

Foto: Divulgação

 

Com esta nova motorização, o Jeep Renegade 2022 deu um expressivo salto evolutivo na experiência ao volante. O motor T270 é feito em Betim, Minas Gerais, e apresenta soluções de engenharia modernas para melhor desempenho e eficiência. Entre elas, a terceira geração do sistema Multiair (um comando eletro-hidráulico continuamente variável de abertura e tempo de abertura das válvulas), bielas fraturadas de aço forjado, pistões com tratamento de grafite para diminuir o atrito e injetores desenvolvidos para suportarem a ação corrosiva do etanol. Há injeção direta com 200 bar e um turbocompressor BorgWarner com 1,7 bar, além de uma bomba de óleo variável e trocador de calor ar/água integrado ao coletor de admissão. A taxa de compressão é de 10,5:1.

+ Jeep segue na liderança entre os SUVs no mês de novembro
+ Avaliação: ao volante do Jeep Compass Limited T270 2022
+ Avaliação: Jeep Commander é, sim, um Compass aumentado (e não há problema nenhum nisso)
+ Jeep Renegade chega a 450 mil unidades produzidas em Pernambuco

Mudança de hábito

Com a nova mecânica, o Jeep Renegade 2022 flex ficou muito mais forte e potente: agora são até 185 cv a 5.750 rpm e 270 Nm (27,5 kgfm) de torque a partir de baixas 1.750 rpm (com etanol). Para comparação, o velho 1.8 E.torQ EVO tinha até 139 cv e 189 Nm, enquanto o 2.0 turbodiesel tinha 170 cv, porém mais torque (350 Nm). Obviamente, em relação ao antigo flex, as versões 4×2 com o novo motor garantem uma condução mais animada, com respostas mais imediatas. E o 1.3 tem funcionamento suave, com muito pouco turbo lag (atraso na resposta até a turbina encher), melhorando tanto as acelerações partindo da imobilidade quanto as retomadas de velocidade.

Já na comparação deste Jeep Renegade 2022 Trailhawk T270 com o antigo, o desempenho é similar: no 0-100 km/h, por exemplo, ele fazia 9,9 segundos, mesma marca que faz agora com gasolina (e 9,7 com etanol). Isso porque o novo modelo pesa 1.643 kg, contra 1.674 do antecessor 2.0 diesel, resultando em relações peso-potência de 8,8 kg/cv e peso-torque de 57,74 kg/kgfm (antes 9,8 e 46,9, respectivamente). O bom fôlego é ajudado pelas transmissões automáticas de seis marchas (4×2) e nove (4×4). Segundo a Jeep, a última ganhou relação mais curta do diferencial.

Não houve alterações nos ângulos de entrada (30º) e saída (32º), tampouco na altura livre do solo, de ótimos 21,6 cm. Como antes, dá para encarar um off-road moderado sem esforços. O diâmetro de giro de 10,8 m também manteve-se inalterado, facilitando a vida do motorista nos momentos de manobrar em locais apertados.

Jeep Renegade 2022
Aceleramos uma versão camuflada, depois vieram as imagens oficiais

Suspensões independentes nas quatro rodas garantem conforto, evitando batidas secas ao transpor obstáculos pronunciados ou cair em buracos, assim como promovem um bom controle de carroceria e uma dirigibilidade afiada. A direção assistida eletricamente é rápida ao esterço e o bom contato com o solo é mérito dos pneus Pirelli Scorpion ATR 215/60 R17. A modulação do pedal do freio agrada (com discos ventilados de 305 mm de diâmetro na frente e sólidos de 278 mm atrás). Pelo seletor giratório, é possível selecionar os programas de direção Auto, Snow (neve), Sand /Mud (areia/barro) e Rock. Embora o sistema de traçã integral realize a distribuição automática da força entre os eixos, ainda há as funções 4WD Lock (que mantém sempre o eixo traseiro acoplado) e 4WD Low (relação reduzida, para ser utilizada em pisos irregulares ou com baixa aderência).

Já nas versões 4×2, o Jeep Renegade 2022 estreou o TC+ (controle de tração avançado), já adotado na nova geração da Fiat Strada (leia aqui) e no Pulse (confira a avaliação). Embora a nova tecnologia tenha calibração específica para o SUV, ela funciona da seguinte maneira: o sistema detecta qual das rodas está “patinando” e direciona a potência do motor para outra, que esteja em maior contato com o piso, ajudando a vencer as adversidades.Jeep Renegade 2022

Essência preservada

A estética cheia de personalidade – a “cara de jipinho”, que remete ao Willys original –, sempre foi um ponto-chave para o sucesso de vendas do Renegade. E agora, no Jeep Renegade 2022, ela foi aprimorada, mas sem abrir mão de suas características básicas. Nosso primeiro contato foi com uma unidade ainda camuflada, mas, após a divulgação das primeiras fotos oficiais, é possível reparar nas novidades do design. Destacam-se a grade do radiador com sete barras, que ficou menor, e os faróis um pouco mais afilados – pegando uma carona no design do Jeep Commander. Outra alteração está no para-choque dianteiro, que teve a região das luzes auxiliares redesenhadas, enquanto a porção inferior traz novos ganchos de fixação junto do skid plate cinza. Os ares de frescor na traseira aparecem nas lanternas – que mantiveram o formato quadrado, mas ganharam novo design interno e adotaram um estilo “3D”. E, por fim, o para-choque traseiro seguiu os passos do frontal, ganhando um estilo revisado (comparação abaixo).

Nas medidas externas, o Jeep Renegade 2022 passou a ter 4,268 m de comprimento, ficando ligeiramente maior do que o antigo (4,232 m). Mas os consumidores devem seguir reclamando do porta-malas, que continua com 320 litros (380 nas versões com estepe temporário). É menos do que no Nissan Kicks, por exemplo (432 litros). Se quiser um Jeep que leve mais bagagem, é melhor pular para o Compass.

A cabine manteve a posição de dirigir elogiável, enquanto e as versões mais caras ganharam quadro de instrumentos 100% digital, botão SOS e frenagem autônoma de emergência. Já os seis airbags – frontais, laterais e de cortina – estão presentes em todas as configurações.

Jeep Renegade 2022
Atrás, as mudanças também ficaram imitadas às lanternas e para-choque

Curtiu? Saiba que a estreia do motor T270 não é a única novidade do Jeep Renegade para este ano – ainda está prevista a chegada da motorização híbrida plug-in (4xe), que marcará o início da eletrificação do modelo da Jeep no Brasil.

Novo Jeep Renegade Trailhawk T270 Flex 4×4 AT9

Preço básico R$ 123.990
Carro avaliado R$ 163.290

Motor: quatro cilindros em linha 1.3, 16V, comando continuamente variável de abertura e tempo de abertura (MultiAir), injeção direta, turbo
Cilindrada: 1332 cm3
Combustível: flex
Potência: 180 cv (g) e 185 cv a 3.750 rpm (e)
Torque: 270 Nm a 1.750 rpm (g/e)
Câmbio: automático sequencial, nove marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores com geometria triangular (d) e McPherson com rodas independentes e links transversais/laterais (t)
Freios: disco ventilado (d) e disco sólido (t)
Tração: integral, com bloqueio do diferencial central, reduzida e seletor de terreno
Dimensões: 4,268 m (c), 1,805 m (l), 1,712 m (a)
Entre-eixos: 2,570 m
Pneus: 215/60 R17
Porta-malas: 320 litros
Tanque: 55 litros
Peso: 1.643 kg
0-100 km/h: 9s9 (g) e 9s7 s (etanol)
Velocidade máxima: 200 km/h (g) e 202 km/h (e)
Consumo cidade: 10,2 km/l (g) e 7,2 km/l (e)*
Consumo estrada: 11,7 km/l (g) e 8,3 km/l (e)*
Nota do Inmetro: C*
Classificação na categoria: B (SUV Compacto)

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ PRF apreende Quantum com giroflex e adesivo de ‘Os Caça-Fantasmas’
+ IPVA SP 2022: calendário de pagamentos começa na segunda (10)
+ Rodízio de SP segue suspenso em janeiro; veja quando volta
+ CNH vencida: veja o grupo que precisa renovar o documento em janeiro
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Licenciamento 2022: Detran-SP divulga calendário e preço; veja
+ IPVA SP 2022: pague com desconto (9%) ou sem ficar apertado (até 12x)
+ Lei do MEI-Caminhoneiro foi sancionada; veja as regras
+ Pesquisa revela a cor de carros seminovos mais valorizada em 2021; veja
+ CES 2022: BMW apresenta tecnologia que muda cor de carro; assista