Inimigos indiretos

Não é exagero dizer que os carros deste comparativo são as meninas dos olhos das duas marcas. O Agile, lançado no segundo semestre do ano passado, traz a nova identidade de design da GM, que ela adotará na atualização de seus modelos e nos novos carros. Já o Uno, lançado agora em maio, é uma releitura do antigo Uno, que, de certo modo, foi um dos responsáveis pelo sucesso da Fiat hoje no Brasil – e que ainda está no mercado com o nome de Mille. Por esse histórico de peso é que os dois carros são ousados e dividem opiniões. Nenhum deles é unanimidade: ou você acha lindo ou horrível.

Apesar da carroceria de hatch e desses pontos em comum, Uno e Agile na realidade são de categorias diferentes. O compacto da GM briga diretamente com Punto e Polo, enquanto o representante da Fiat concorre com Gol G5 e Corsa. Mas, dependendo da configuração, há uma faixa de valor em que eles se tornam rivais diretos. Isso porque a versão top de linha do Uno, a Attactive 1.4, tem valor próximo ao do Agile de entrada, o LT.

Sem opcionais, o hatch da Chevrolet totalmente desenvolvido no Brasil custa R$ 35.758. Adicionando-se pintura metálica, vidros e travas elétricas, ar-condicionado e direção hidráulica, o valor sobe para R$ 41.013.

Já o Uno, na versão Attractive 1.4 sem nenhum opcional, custa R$ 31.360. Para deixá-lo equivalente ao rival, é preciso equipá-lo com banco com regulagem de altura, travas e vidros elétricos, ar-condicionado e direção hidráulica. Neste pacote também estão incluídos faróis de neblina, item não disponível no Agile. Com todos estes opcionais, o Uno sai por R$ 37.757 – apenas R$ 3.256 mais barato que o rival. Diferença que pode ser justificada pelo piloto automático e pelo computador de bordo com seis funções, equipamentos de série no Agile e ausentes no Uno. Por outro lado, o Uno oferece um pacote de segurança (ABS e airbags) por R$ 2.434 – e o Agile apenas airbags, incluídos em um pacote de R$ 5.672 (com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros, travas elétricas e alarme).

O Agile é bem maior do que o Uno e inegavelmente mais espaçoso, mas, por outro lado, sua plataforma é antiga (a mesma do Celta), enquanto que no Uno ela é totalmente nova. O resultado é um carro mais estável nas curvas. O acabamento do interior também é melhor no Fiat. Em ambos a maioria das peças são de plástico, mas no Uno os encaixes são mais firmes e o material parece ter mais qualidade.

Já no desempenho, apesar de terem propulsores com a mesma capacidade cúbica, o Agile é mais ágil e potente. O motor da marca italiana tem 14 cv menos que seu concorrente. Aí você se pergunta: Como motores com a mesma cilindrada têm desempenhos tão diferentes? Segundo a Fiat, todo o desenvolvimento deste novo motor 1.4 Fire Evo foi pautado priorizando o consumo e a suavidade. Tanto que, na estrada, com etanol, ou com gasolina, o Uno é mais econômico que o rival. Tecnologicamente, o propulsor da Fiat é mais desenvolvido do que o da Chevrolet, pois possui comando de válvulas variável e novas peças com menos atrito. Já o Agile aproveita o motor 1.4 já utilizado no Prisma e no Corsa.

Apresentações e comparações à parte, vamos ao que mais interessa: com qual destes modelos você gastará menos em manutenção e seguro. É recomendado, para os dois, fazer uma troca de óleo e filtro de óleo antes da primeira revisão, porém não é obrigatório que ela seja feita na concessionária. No caso do Agile, sugere-se que o óleo seja substituído com 5.000 km. Já a Fiat recomenda que a troca seja feita com 7.500 km. Se o consumidor quiser fazer o serviço nas concessionárias, pagará cerca de R$ 138 no Uno e R$ 100 no Agile. Mas, se neste primeiro serviço o valor do Agile é menor, isso não se repete nas revisões. O valor das duas primeiras revisões para o Chevrolet fica em R$ 729, enquanto para o Fiat, R$ 580. O mesmo acontece com o valor das peças: como se vê na tabela acima, o pacote de peças do Agile custa R$ 1.257 mais que o mesmo conjunto de peças do Uno. Apenas com a diferença de que as rodas de ferro do modelo da GM são de 15 polegadas, enquanto as do Uno são aro 14.

Mesmo tendo peças muito mais baratas, o valor do seguro do Uno, no pior perfil, é R$ 1.883,39 mais alto do que o do Agile. Já no melhor preço, eles quase se equiparam – com uma vantagem de apenas R$ 268 para o Fiat.

O resumo da ópera é que, apesar de os dois serem modelos com design bastante recente, mecanicamente o Uno é muito mais avançado – e sua manutenção é bem mais barata.Por outro lado, o Agile oferece mais espaço interno, desempenho superior e uma lista maior de equipamentos de série (mas cobra por isso). Analise cuidadosamente suas prioridades e dê o seu veredicto!

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorCompleto e confiável
Próxima notíciaContato