Jaguar F-Type R 2016 ganha tração integral para ficar mais fácil de guiar

O Autódromo Velo Città, em Mogi-Guaçu (SP), ficou pequeno para esse novo Jaguar. É um esportivo tão rápido que faria até um britânico, com sua tradicional pontualidade, chegar aos compromissos adiantado. A grande estrela da linha 2016 do clássico instantâneo chamado F-Type é sua nova versão R AWD Coupé, que ganha tração integral para ajudar o motorista a domar o que é o mais poderoso dos modelos da marca do felino.

Como bem notei na primeira avaliação do F-Type R depois de um “pequeno susto” em uma alça de ponte, não era fácil controlar esse carro quando ele despejava 550 cv e quase 70 kgfm no asfalto usando apenas o eixo traseiro. Agora, a pedido dos clientes, sua linha 2016 passou a combinar esse motorzão V8 sobrealimentado apenas com a nova tração integral. O preço foi elevado para R$ 687.700 (Era R$ 662.000), mas o aumento é justificado pela adição de conteúdo – que vai além da tração.

Visualmente, quase nada muda: há um logo AWD na traseira e o capo está mais alto e com tomadas de ar diferentes, por conta da tração. Já dentro da cabine, ele ganhou ainda novos layouts do computador de bordo e da central multimídia – que precisava ser atualizada.  
As novidades mais interessantes, porém, são as que os olhos não vêem – mas o motorista sente. O novo diferencial central eletrônico ativo permite transferir até 100% da força para o eixo traseiro ou até 50% para o dianteiro, conforme necessário – e esse sistema ainda melhorou a distribuição de peso, próxima de 50% em cada eixo. Para completar, os freios agora são de carbono-cerâmica (de série), as molas ficaram 10% mais rígidas (por conta do ganho de peso de 65 kg) e a direção passou de hidráulica a elétrica.

Na pista, a redução do tempo do 0-100 km/h (de 4s2 para 4s1) obviamente não é sentida, e a direção elétrica, bem calibrada, não tira sensibilidade do motorista. A tração integral, por outro lado, de fato ajuda os menos experientes: acabaram as “traseiradas” (sobresterço) por conta do excesso de força. Se elas ocorrem, é discretamente e apenas quando o modo mais esportivo está selecionado no botão junto à alavanca de câmbio. Mesmo com ela, porém, comprovamos na pista que é melhor respeitar esse felino e dosar bem o acelerador nas saídas de curva para não “brigar” com o ESP a toda hora (perdendo tempo).

O único problema do F-Type R AWD é que, depois de dar uma volta no mesmo circuito com o F-Type V6 S Coupé de “apenas“ 380 cv, a diferença de preço não se justifica. Por R$ 498.400, ele já tem desempenho impressionante (0-100 em 4s9 e máxima de 275 km/h, contra 300 do V8) e, além de ter um ronco bem mais agudo (uma questão de gosto), é mais equilibrado e fácil de domar, mesmo sem contar com a tração nas quatro rodas.

FICHA TÉCNICA
Jaguar F-Type R Coupé AWD
Preço oficial: R$ 687.700
Motor: 8 cilindros em V, 32V, duplo comando variável, start-stop, injeção direta, compressor Cilindrada: 5000 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 550 cv a 6.500 rpm
Torque: 69,3 kgfm de 2.500 a 5.500 rpm
Câmbio: automático sequencial, oito marchas
Tração: integral, diferencial eletrônico ativo
Direção: elétrica
Dimensões: 4,470 m (c), 1,843 m (l), 1,314 m (a)
Entre-eixos: 2,622 m
Pneus: 255/35 R20(dianteiros) – 295/30 R20 (traseiros)
Porta-malas: 315 litros (407 litros até o vidro)
Tanque: 72 litros
Peso: 1.730 kg
0-100 km/h: 4s1
Velocidade máxima: 300 km/h (limitada)
Consumo: não divulgado
Nota do Inmetro: não participa

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar