Lamborghini Aventador

EMISSÃO DE CO2 398 g/km ALTÍSSIMA

LAMBORGHINI AVENTADOR ESTIMADO R$ 1.500.000

Motor 12 cilindros em V de 6,5 litros e 700 cv de potência. Aceleração de zero a 100 km/h em 2,9 segundos e velocidade máxima de incríveis 350 km/h. Este é o cartão de visita da . Por isso, com um pouco de temor reverencial, me coloco ao volante da aguardada herdeira da Murciélago estacionada no circuito romano de Vallelunga. Depois de me aconselhar a não desligar o ESP, Maurizio Reggiani, responsável pelo desenvolvimento do modelo, me tranquiliza.

“O Aventador é um potente supercarrro, mas pode ser usado como um dócil automóvel urbano. Tente usar o acerto para estrada e verá do que ele é capaz”, garantiu o engenheiro da tradicional fabricante italiana, hoje parte do grupo Volkswagen. Preciso confessar: o sistema eletrônico de estabilidade não foi mesmo desativado, mas, assim que entrei na pista, esqueci a história de carro de cidade e passei ao acerto corrida, o mais extremo deles (os anteriores são estrada e sport).

Acelere esta fera!

Os bancos esportivos mantêm o motorista bem preso ao carro e o motor V12 tem localização central

Na primeira curva, a Lamborghini já dá o recado, mostrando-se quase um carro de corrida. Mas, assim que aprende a lidar com ele, você ganha confiança e passa a se sentir seguro. O brutal 12 cilindros, bem auxiliado pelo câmbio de sete marchas, sobe rápido de giro. Estável e bem equilibrado, nas altas velocidades e curvas amplas o esportivo precisa ser tocado com cautela, já que os freios, bem calibrados e potentes, induzem o piloto a retardar as frenagens antes das curvas.

A entrada na curva é precisa. Não há uma saída de frente marcante e a traseira se move apenas o bastante para agilizar a manobra. Enquanto se percorre a curva, a aderência e a estabilidade são garantidas pelo sistema de tração integral com embreagem Haldex. O esterço rapidíssimo, mas também preciso e progressivo, permite manter as rodas onde se deseja, desfrutando de tudo o que a pista oferece. O Aventador tem também câmbio de carro de corrida, muito veloz ao processar as exigências do motorista (trocas em 50 milissegundos).

As escaladas são rápidas tanto nas frenagens quanto nas acelerações em saídas de curvas, sempre acompanhadas de um golpe violento que “informa” que a marcha solicitada foi inserida. Espetacular! Um carro sem defeitos? Posso apontar alguns. As borboletas de trocas de marcha, por exemplo, são difíceis de operar com o volante esterçado.

Os comandos de acerto do carro não são facilmente identificados e acionados quando se está dirigindo e o som do motor não invade o habitáculo como se desejaria. Fora isso, nada me desapontou. Claro que toda essa tecnologia tem um preço: na Europa, a partir de setembro, custará 315 mil euros (cerca de R$ 732 mil). No Brasil, deve chegar em 2012, por mais de R$ 1,5 milhão.

Quase terminando a avaliação, me lembrei da dica do engenheiro Reggiani. Mudei o acerto para a configuração estrada e percorri, com o câmbio no modo automático, a última volta na pista. Deu para perceber o potencial desse superesportivo em baixas velocidades. Ele se move com agilidade e não sofre para contornar devagar as curvas do circuito. Mas, para saber o real nível de conforto que o modelo oferece a motorista e passageiros, precisaria dar um giro pelas ruas e estradas da cidade. O que, desta vez, não me foi permitido. Fica para a próxima.

MOTOR 12 cilindros em V, 6,5 litros, 48 V, aspirado TRANSMISSÃO manual automatizada, sete marchas, borboletas no volante, tração integral DIMENSÕES comp.: 4,78 m larg.: 2,03 m alt.: 1,14 m ENTRE-EIXOS 2,700 m PORTA-MALAS não disponível PNEUS dianteiros: 255/35 R19 / traseiros: 335/30 R20 PESO 1.575 kg • GASOLINA POTÊNCIA 700 cv a 8.250 rpm TORQUE 70,4 kgfm a 5.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 350 km/h 0 100 km/h 2,9 segundos CONSUMO 5,8 km/l (média cidade / estrada) CONSUMO REAL não disponível

Com 700 cv de potência, aderência e estabilidade são garantidas com o uso de um moderno sistema de tração integral com embreagem Haldex

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga


COMPARTILHAR
Notícia anteriorO espaço que sua família merece
Próxima notíciaMotor News