Lamborghini e Ducati criam motocicleta exclusiva

A Lamborghini e a Ducati criaram uma edição exclusiva com produção limitada de 630 unidades. A Diavel 1260 Lamborghini oferece 162 cv e torque de 13,2 kgfm

0
532
Ducati Diavel 1260 Lamborghini (4)
Foto: Divulgação

A Ducati e a Lamborghini pertencem ao Grupo Volkswagen e juntas criaram a Diavel 1260 Lamborghini. A primeira motocicleta produzida conjuntamente é uma edição exclusiva com produção limitada em 630 unidades.

O projeto foi inspirado no Lamborghini Sián FKP 37, cuja motorização V12 híbrida descarrega impressionantes 819 cv a 8.500 rpm permitindo ir aos 100 km/h em 2,8 segundos e atingir 350 km/h de velocidade máxima.


Os elementos do hypercar estão tanto no design das rodas forjadas quanto na cor “Gea Green” em contraste ao tom Electrum Gold. As pinças de freios da renomada Brembo foram pintadas de vermelho, enquanto aparecem os logotipos da Ducati/ Lomborghini e o número 63 representa a produção limitadíssima de 63 unidades do Sián.

+ Morre Maradona: craque comprou BMW de R$ 1 mi antes de morrer
+ Honda City Hatch aparece na Ásia e deve vir ao Brasil em 2021
+ Avaliação: Hyundai Creta Smart Plus é um bom SUV, mas merecia um motor melhor
+ Mini lança nova edição comemorativa com só 15 unidades por R$ 249.990

A motocicleta é baseada na Diavel 1260 S e utiliza o mesmo motor Testastretta DVT de dois cilindros em “L” (1.262 cm³) com 162 cv a 9.500 rpm e 13,2 kgfm a 7.500 rpm. Com 220 kg, a relação peso-potência é de 1,35 kg/cv. O contato com o solo é garantido pelas suspensões da Öhlins ajustáveis à frente e atrás. Também estão presentes o seletor de modos de condução, o controle de tração e o quadro de instrumentos digital em TFT.

O modelo chegará às concessionárias pelo valor de 32.240 euros (algo próximo de R$ 204.395, em conversão direta).