Lamborghini se junta ao MIT para criar o esportivo do futuro

Conceito Terzo Millennio propõe inovações como a carroceria autorregenerativa e que funciona como acumulador de energia

A Lamborghini se uniu a dois laboratórios do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, para criar o conceito Terzo Millennio (Terceiro Milênio em italiano), um supercarro com propulsão elétrica que irá servir de base para o desenvolvimento de tecnologias que deverão estar nos carros da marca nas próximas décadas.

Uma das tecnologias avaliadas para o Lamborghini Terzo Millennio é o uso de supercapacitores no lugar das baterias tradicionais. A principal vantagem do componente em relação aos acumuladores é o tempo de recarga muito inferior e a durabilidade muito maior. E por falar em propulsão, cada roda será impulsionada por um motor elétrico integrado.

Outro detalhe interessante do conceito é a carroceria de fibra de carbono, que será capaz de acumular energia elétrica e terá também a capacidade de detectar fissuras visíveis e invisíveis e se autorregenerar, evitando que pequenos danos acabem afetando toda a estrutura do veículo.