Lancer Cup

Uma nova categoria monomarca estreia no automobilismo nacional. Conforme antecipamos na edição de abril de 2010, finalmente o projeto do Mitsubishi Lancer Cup, idealizado pelo piloto e diretor de competições Guilherme Spinelli, saiu do papel. “Estamos trazendo toda a tradição e o know-how em competições off-road para o mais novo campeonato do automobilismo brasileiro”, a firma Robert Rittscher, presidente da Mitsubishi Motors. O campeonato será inteiramente disputado na pista Velo Cittá dentro do complexo Mitsubishi Drive Club, em Mogi-Guaçu (interior de São Paulo).Serão seis etapas ao longo de 2013. Na última corrida de 2012 (foram duas provas que serviram como testes), havia 14 carros no grid mas, este ano, os organizadores esperam 20 competidores. Todos estarão a bordo do novo Lancer R, preparado a partir do Lancer Evo X. O modelo para as pistas recebeu modi cações no exterior e interior para cumprir as exigências da FIA e da CBA. No exterior, portas, capô, tampa traseira, para-choques e para-lamas receberam fibra para diminuir o peso. O interior recebeu gaiola de proteção, bancos tipo concha, cinto de cinco pontos e volante retrátil, além de extintor suplementar. A suspensão foi ajustada com novos amortecedores e molas e ganhou um sistema de regulagem de cambagem.

A cada etapa os competidores pagam o valor de R$ 28 mil e não precisam se preocupar com nada. Toda a organização e a preparação ficam sob responsabilidade da Mitsubishi. “Seguiremos a mesma linha adotada na Mit Cup: os pilotos precisam se preocupar se apenas com o prazer de dirigir”, completa Corinna Souza Ramos, diretora de projetos especiais da Mitsubishi. Para quem estiver interessado em competir, o site da categoria é www.lancercup.com.br.

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorDobradinha da Ford
Próxima notíciaUm novo adeus