Land Rover 1966 do Dalai Lama vai à leilão

O Land Rover Series IIA de 1966 deve mudar de dono por um valor entre US$ 100 mil e US$ 150 mil

Reprodução/RM Sothebys

Um Land Rover Series IIA de 1966, que teve como primeiro proprietário o Dalai Lama, deve mudar de dono no próximo dia 29 em um leilão organizado pela RM Sotheby’s em Auburn, no estado americano de Indiana.

+ O pai do Fusca também criou um tanque de guerra
+ Seis razões para acreditar que os carros antigos são mais legais
+ O Ranger da General Motors

Entregue em fevereiro de 1966 ao principal líder espiritual do budismo tibetano, o 4×4 britânico permaneceu em serviço até 1976, sempre guiado pelo irmão do Dalai Lama, Tenzin Cheogyal, nas estradas montanhosas de Dharamsala (Índia), onde o líder religioso está exilado desde 1959.

Depois disso, o Land Rover se tornou o veículo de uso pessoal de Cheogyal, que em 2005 o vendeu para um americano. Assustado com o orçamento para restauro, o novo proprietário doou o 4×4 para uma fundação criada pelo Dalai Lama, que então bancou a restauração e ofereceu o veículo em um leilão em 2007.

A estimativa é de que o utilitário mude de dono por um valor entre US$ 100 mil e US$ 150 mil (R$ 399 mil – R$ 598 mil). O comprador irá levar também toda a documentação comprovando a origem do Land Rover, além de fotografias e cópias de reportagens.