Land Rover mostra nova geração do Discovery

O Land Rover Discovery era um dos últimos modelos da marca britânica que ainda tinha a carroceria de linhas retas, que um dia já foram uma das características mais marcantes dos utilitários da montadora. A história acaba de mudar com a chegada da nova geração do SUV, a quinta desde o seu lançamento, em 1989.


Nesta nova geração, o Discovery ficou praticamente idêntico em aparência ao Discovery Sport. Com capacidade para sete passageiros, o modelo agora conta com estrutura composta por 85% de alumínio, que permitiu ao SUV de quinta geração ser impressionantes 480 kg mais leve que o utilitário atualmente no mercado.

A lista de equipamentos do novo Discovery traz itens como o Intelligent Seat Fold (sistema que permite ajustar a segunda e terceira fileiras de bancos de maneira remota, pelo smartphone), rede Wi-Fi com capacidade de suportar até oito dispositivos, sistema de som premium Meridian com 14 alto-falantes e um sistema de direção semiautônomo que facilita a tarefa de manobrar o carro com um reboque.

A gama de motores conta com quatro opções, todas casadas ao câmbio automático de oito marchas. A opção de entrada é o 2.0 turbodiesel de quatro cilindros, oferecido em dois níveis de potência (180 e 240 cv), seguido por um 3.0 turbodiesel de seis cilindros e 258 cv. A única opção a gasolina é o 3.0 V6 de 340 cv.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel