Lexus lança rival de Evoque, XC40 e X2 no Brasil; preços partem de R$ 169.990

Crossover que foi apresentado pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo chega para brigar com SUVs compactos de luxo

Lexus UX tem jeitão de SUV, mas é hatch altinho, por isso considerado crossover em nosso mercado (Foto: Divulgação)

A Lexus, submarca de luxo da Toyota, anunciou nesta segunda-feira (22) que o crossover UX começa a chegar às concessionárias da marca a partir desta semana. São 13 lojas, em todo o Brasil, que irão receber o suvinho (rival de Range Rover Evoque, Volvo XC40, Jaguar E-Pace, BMW X2 e Audi Q3, entre outros), que terá preços entre R$ 169.990 e R$ 209.990.

O nome “UX”, segundo a marca, descreve o conceito de desenvolvimento do veículo: Urbano + Crossover (X-over, em inglês), portanto UX. As três versões (Dynamic, Luxury e F-Sport) serão híbridas – todas são equipadas com um motor 2.0 a gasolina aliado a um elétrico, totalizando 181 cavalos de potência combinada.

Conheça as versões:

+ Lexus UX 250h Dynamic: R$ 169.990
+ Lexus UX 250h Luxury: R$ 189.990
+ Lexus UX 250h F-Sport: R$209.990

O UX é o primeiro carro da Lexus desenvolvido sobre a plataforma de Arquitetura Global Compacta (conhecida como GAC, do inglês “Global Arquitecture – Compact”). No Brasil, o modelo só será vendido com motorização híbrida, como parte de estratégia da marca de contar com um portfólio exclusivamente híbrido por aqui. Os preços anunciados já contam com o valor das pinturas metálicas.

Visualmente, o UX mostra um desenho atualizado em relação ao que já conhecemos da linha Lexus, com faróis afilados, perfil bem desenhado e traseira com linhas bastante agressivas. As luzes diurnas de LED, dispostas em um formato de ponta de flecha acima dos faróis de LED de três projetores, estão disponíveis somente nas versões Luxury e F-Sport – mas em todas as configurações as rodas são de liga leve com 18 polegadas.

Por dentro, de acordo com a empresa, o crossover mistura peças e formatos de carros de luxo com elementos versáteis sugeridos por crossovers modernos – como por exemplo a forma dos arcos internos da porta, que “representa a estrutura moderna, mas transmite sensação de segurança”.

Ainda segundo a marca, o UX oferece uma experiência de condução extremamente silenciosa devido à estrutura de alta resistência e aos materiais isolantes aplicados em toda a carroceria.

Em todas as versões, o UX vai dispor de bancos dianteiros com ajuste elétrico (com 10 modos para o banco do motorista e oito para o do passageiro, além de sistema de aquecimento). Já a versão intermediária Luxury ainda apresenta sistema cmo ar condicionado nos bancos dianteiros – de acordo com a marca, item ausente entre os principais concorrentes.

Ainda por dentro, o Lexus UX vai oferecer combinações de cores diferentes. Enquanto a versão Dynamic chega com acabamento interno na cor preta, os compradores das versões Luxury e F-Sport poderão escolher três cores diferentes: Bege, Preto e Caramelo (Luxury) e Preto, Branco/Preto e Granada/Preto (F-Sport).

Interior com bancos vermelhos (ou Granada) só está disponível na versão F-Sport (Foto: Divulgação)

Equipamentos
O computador de bordo do UX traz visor LCD em TFT de 7 polegadas, disponível nas versões Dynamic e Luxury. Já o UX F-Sport chega com um visor de 8 polegadas, além de um head-up display. Segundo a marca, ainda há o touchpad, localizado no console central, para operação do sistema multimídia, projetado para ser “tão familiar quanto um smartphone“, utilizando operações intuitivas, pressão para ampliação e deslizar dedos, imitando gestos feitos em um celular.

Todas as versões trazem ar-condicionado de duas zonas com sistema S-Flow, que direciona automaticamente o ar para os bancos dianteiros com ocupantes (o banco do passageiro possui sensor de ocupação), além de sistema de ignição por botão e Smart Entry – trava e destrava das portas dianteiras e porta-malas por sensor localizado na porta do motorista.

Tamanho de SUV compacto

Embora seja posicionado no segmento de luxo, o UX é apertado: tem tamanho de Renegade, Creta, Kicks e cia. A distância entre-eixos tem 2,64 m, praticamente o mesmo que o de um Honda HR-V. Ao menos ele chega bem equipado, com câmera-de-ré e sensores dianteiros e traseiros em todas as versões.

Já nas versões mais caras,  o porta-malas possui abertura interna e fechamento elétricos, além do sistema de abertura “hands free” – por sensor de movimento embaixo do pára-choque. O carregador de celular sem fio (por indução) também só está disponível nas versões de topo, bem como o ajuste elétrico em altura e profundidade para a coluna de direção.

O sistema híbrido do UX combina um motor a gasolina de quatro cilindros de 2 litros acoplado a um motor elétrico em um transeixo híbrido, mais compacto, mais leve e com menos atrito do que os sistemas híbridos anteriores da marca. O UX 250h só vai chegar ao Brasil com câmbio CVT e tração dianteira – lá fora há opções de versões com tração 4×4.

Pacote F-Sport
Configuração mais cara da gama, o UX 250h F-Sport traz como diferencial sistema exclusivo de suspensão adaptativa variável, que aumenta a força de amortecimento da suspensão para minimizar o rolamento do carro em curvas ou mudanças de faixa, além de reduzir a força em linha reta para preservar a qualidade da direção.

Ela ainda inclui ainda molas específicas, barras estabilizadoras e um amortecedor de desempenho traseiro para uma condução mais refinada. As rodas de liga leve têm cinco raios duplos e são de alumínio, portanto ainda mais rígidas do que as rodas das demais versões, contribuindo para a capacidade de resposta e a agilidade da direção.

Por fora, vale destacar o design da grade exclusivo com um padrão de malha estilo “colméia” composto por peças individuais em forma de L; para-choque dianteiro diferenciado com grandes faróis de neblina com molduras cromadas em forma de L e para-choque traseiro exclusivo com acabamento na cor jet-black nas molduras dianteiras e traseiras.

Traseira tem design moderno se comparada à de outros modelos da Lexus vendidos no Brasil (Foto: Divulgação)